Últimas

Espetáculo Bonito estreia em outubro


O que é Bonito pra você?  Esta pergunta moveu inicialmente a criação do projeto que compreende a estreia de um espetáculo de dança-teatro e o lançamento de um livro. Em cena, seis criadores reelaboram a imagem grotesca e assustadora dos monstros de infância e dão voz e movimento a novos monstros que são em si a força intima de cada um. O que em mim assusta e incomoda, mas é ao mesmo tempo minha potência? Adotando, então, essa premissa, de que nossos monstros são nossas potências, o espetáculo parte das memórias de criança dos intérpretes, suas brincadeiras e modos de se relacionar. A ideia é possibilitar outros olhares menos dicotômicos acerca da infância e os vestígios que ela deixa nos adultos.
Com sua estreia marcada para dia 05 de outubro, às 16 horas, no Teatro Gregório de Matos, Bonito não é um espetáculo que busca contar uma história única e linear, e sim entrelaçar diferentes imagens que contam histórias diversas, a depender de como o espectador deseje inventar. O projeto nasceu da parceria entre dois dançarinos, Edu O. e Lucas Valentim (ambos professores da Escola de Dança da UFBA) que assinam também a escrita do livro. O espetáculo tem direção e dramaturgia assinadas por Paula Lice,  doutora e pesquisadora em Artes Cênica com ênfase em temáticas tabus nos espetáculos infantis.

Bonito vai envolver adultos e crianças! O processo criativo teve início no contato com as crianças do IBCM e Instituto de Cegos da Bahia. Através desse contato, os interpretes criadores puderam acessar a visão de monstro e beleza daquelas crianças, bem como gatilhos e dispositivos de relação, do brincar/viver infantil. Mas do que representar crianças, os interpretes criadores dialogam com as crianças que foram. Colocar as crianças desses adultos para brincar nesse imenso e bonito terreiro expande a conexão com o público e mobiliza memórias tanto em quem atua, quanto em quem vê.   Cada monstro do elenco foi elaborado através da ponte entre a infância e a vida adulta, nessa imensa celebração do crescer, tema recorrente no trabalho para a infância de Paula Lice.  

Além do espetáculo, também será produzido um livro infantil acompanhado de áudio book. Um dos principais pontos do projeto consiste na promoção de acessibilidade, através da áudio descrição, LIBRAS e braile, que devem ser inseridas em todas as ações artísticas do projeto e no processo de divulgação, a fim de atender ao público com deficiência de maneira irrestrita. O Projeto foi contemplado pelo edital Setorial de Dança 2016 do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

SERVIÇO

Espetáculo Bonito
Teatro Gregório de Matos

Estreia / Pré-temporada voltada para instituições de educação e acessibilidade
Quinta-feira, 05 de outubro, 16h (com audiodescrição)
Sexta-feira, 06 de outubro, 10h e 16h (ambas com libras e audiodescrição)

Temporada aberta ao público geral
Sábado, 07 de outubro, 16h (com audiodescrição)
Domingo, 08 de outubro,11h e 16h (com audiodescrição)
Quinta-feira (Dia das Crianças), 12 de outubro, 11h e 16h
Sexta-feira, 13 de outubro, 16h
Sábado, 14 de outubro, 16h (com audiodescrição)
Domingo, 15 de outubro, 11h e 16h (com audiodescrição)

Os ingressos serão vendidos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
Instituições que trabalham com acessibilidade e inclusão podem entrar em contato com a produção para fecharem convites para grupos. Telefone de contato: 71 99319-2193 (Júnior Oliveira).
*Crianças menores de 3 anos, não pagam entrada.

Ficha Técnica
Concepção e idealização do Projeto: Edu O. e Lucas Valentim
Direção e dramaturgia: Paula Lice
Interpretes Criadores: Edu O., Lia Lordelo, Lucas Valentim, Lulu Pugliese, Olga Lamas e William Gomes
Assistentes criativos de ideias impressionantes: Cora, Bia e Rudá
Produção: Gameleira Artes Integradas
Coordenação de Produção: Raiça Bonfim
Produção executiva: Júnior Oliveira
Direção de Artes: Mayra Lins
Iluminação: Moisés Victório
Direção Musical e trilha sonora: Neila Kadhi
Design Gráfico: William Gomes
Fotografia: Aldren Lincoln
Vídeo: Daniel Guerra
Assessoria de imprensa: Tatyanna Hayne

Comentários