Últimas

, ,

Depois de ser apresentado nas cidades de Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, o projeto “Soloteropolitanos” do grupo  baiano “Território Sirius Teatro” estreia em Salvador. De 28 de abril a 20 de maio, no Teatro Gregório de Mattos, o projeto reunirá quatro encenações de repertório do grupo: “Seu Bomfim”, “Joelma”, “Sebastião” e “Eterno Retorno – ERê”. Os espetáculos serão apresentados sempre aos sábados e domingos, às 19h. Os ingressos poderão ser adquiridos no local, no dia da apresentação, a partir das 17h, por R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).

Com o propósito de promover a democratização do acesso à cultura, os espetáculos "Seu Bomfim", "Joelma" e "Sebastião" possuem interpretação em libras e legendas em português e serão disponibilizados ingressos gratuitos para instituições beneficentes, escolas públicas, idosos e pessoas com deficiência através do site www.eufacocultura.com.br.

As encenações possuem teores, temáticas e estéticas distintas: “Seu Bomfim” (dias 28 e 29 de abril) se constitui de um espetáculo inspirado na obra de Guimarães Rosa.  Já “Joelma” (dias 5 e 6 de maio) aborda questões de gênero e de religiosidade, através da história de uma das mais antigas transexuais do Brasil, atualmente com 72 anos. O terceiro espetáculo, “Sebastião” (dias 12 e 13 de maio), traz à cena a teatralização de um fato real e inusitado: a queda de um avião com 5 milhões de reais em Maracangalha (BA), numa contação de história marcada pela alta fisicalidade e criação de uma trama  permeada de personagens, ambientes e situações. “Eterno Retorno – ERê” (dias 19 e 20 de maio) trata de temas urbanos e cosmológicos, apresentando uma dramaturgia de recortes, gerações de personas cênicas, estética contemporânea, ao tratar da criação e evolução do universo e da vida, desde o Big Bang até os dias de hoje.

Todos os espetáculo são realizados pelo ator, autor e diretor Fabio Vidal que, há mais de 18 anos, junto ao “Território Sirius Teatro”, promove a criação e circulação de produções teatrais autorais, mobilizados pela pesquisa estética e temática de assuntos e modos variados na cena, resultantes de processos criativos que agregam experimentação, teatro físico, emoção, humor e veiculação política, derivando acontecimentos cênicos múltiplos, de alta qualidade artística e técnica fundamentados no ator-performer. “Seu Bomfim” possui a direção de Meran Vargens e em “Joelma” Fábio Vidal divide direção e autoria com Edson Bastos. O projeto é uma produção da Multi Planejamento Cultural. O “Território Sirius” já realizou mais de mil apresentações do seu repertório em quase todos os estados brasileiros, além de países da Europa e América Latina.

“Seu Bomfim”

Neste espetáculo, o ator-performer, autor e diretor Fábio Vidal emociona o público com as histórias contadas por “Seu Bomfim”, repleta de personagens inusitadas e experimenta variadas sensações que transitam entre o cômico e o trágico. A montagem, que neste ano comemora 18 anos, já passou por mais de duzentas cidades brasileiras e europeias.

Um contador de histórias chamado Seu Bomfim, um velho e errante homem do sertão, surge contando um episódio sobre um “homem do rio”, que deixou sua família e sua vida para se colocar numa canoa, no meio do rio, de onde não sai mais. A partir dessa narrativa, “Seu Bomfim” narra acontecimentos do seu passado, quando rememora pessoas e locais, e expõe pensamentos sobre várias questões. Suas histórias, seu humor, questionamentos e ações levam o espectador a entrar no seu mundo subjetivo, colocando em evidência seu drama humano e pessoal, que se encontra enraizado numa cultura sertaneja do nordeste brasileiro.

O encantamento se faz uma reação constante no espetáculo teatral que transita entre sentimentos e temas distintos. O espectador ri, chora e se emociona com as histórias contadas ao experimentar variadas sensações que transitam entre o cômico e o trágico num teatro físico e mental que não prescinde das palavras bem ditas.

Autoria, direção e atuação: Fábio Vidal
Direção: Meran Vargens

“Joelma”

A encenação traz ao público a história de Joelma, uma das mais antigas transexuais da Bahia e do Brasil, atualmente com 72 anos.  "Joelma" é uma adaptação do curta-metragem homônimo dirigido por Edson Bastos, que assina, junto com Fábio Vidal, a direção e autoria da peça.

O texto aborda questões de gênero e de religiosidade, através da história de Joelma, repleta de preconceitos, injustiças, vitórias e conquistas. Na trama, a personagem deixa o município de Ipiaú, na Bahia, com destino a São Paulo, onde vive e trabalha por 30 anos. Nesse período, ela realiza a cirurgia de mudança de sexo e adaptação corporal para enfim retornar casada à sua cidade natal, afirmando sua identidade de gênero. Na década de 90, Joelma se envolve em um assassinato que irá marcar sua vida. 

Estabelecendo um diálogo entre o cinema e o teatro, o espetáculo é permeado de projeções e danças, estabelecendo uma aproximação do público com a forte e religiosa presença de Joelma, que mostra suas diversas facetas ao estabelecer um discurso de alteridades e respeito às diferenças.

Atuação: Fábio Vidal
Autoria e direção:  Fábio Vidal e Edson Bastos

“Sebastião”

Um nordestino, chamado Sebastião, se vê envolvido em uma trama de perseguição depois que participa do saque de um avião que caiu com R$ 5,6 milhões. Devoto do padre Cícero, viciado em jogos e totalmente endividado, ele, por obra do acaso, recebe um tesouro dos Céus que acaba sendo o motivo de sua tragédia. Um presente que vira uma maldição. 

Esta encenação constitui-se de uma teatralização de dados e fatos que aconteceram quando uma aeronave se espatifou nas terras de Maracangalha (BA), em 2007, e, ao invés de felicidade, trouxe desespero e terror para os moradores locais. “Sebastião” trata sobre a natureza humana estabelecendo reflexões sobre o poder, dinheiro, direitos humanos e ética.

Autoria, direção e atuação: Fábio Vidal

“Eterno Retorno – ERê”

O espetáculo trata da história da criação do universo, da vida e do humano: seu processo de ciclos, de evoluções. Inicia antes do Big Bang (15 bilhões de anos atrás) e se desenvolve até os dias atuais. 

O artista evoca ao palco um ERê, personagem que assume os papéis de mensageiro, palhaço, bufão e divindade. Ele vivencia todas as contradições da existência humana sob diferentes aspectos – a morte e a vida; a infância e a velhice; o trágico e o cômico.

“Eterno Retorno – ERê” se desenvolve a partir da união de três matrizes: 1- Teorias científicas evolucionárias e cosmológicas; 2- Doutrina do Eterno Retorno de Nietzsche; 3- E da persona do ERê. A partir dessa conjunção, a encenação narra e questiona o processo evolucionário, abordando, com humor, questões múltiplas como memória, vida, consumo, tempo, caos, verdade, liberdade, saúde, padronização, violência e ecologia através de metáforas corporais e poesias cênicas.

O espetáculo, já foi apresentado em diferentes estados brasileiros, além de integrar a programação de importantes festivais.

Autoria, direção e atuação: Fábio Vidal
  
Serviço
Projeto “Soloteropolitanos
Período: 28 de abril a 20 de maio
“Seu Bomfim”: 28 e 29 de abril
“Joelma”: 5 e 6 de maio
“Sebastião”: 12 e 13 de maio
“Eterno Retorno – ERê”: 19 e 20 de maio
Horário: 19h
Local: Teatro Gregório de Mattos (Praça Castro Alves, s/n)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada) *
Informações: (71) 3202-7888
Classificação indicativa: 14 anos

* Desconto de 40% sob o valor da inteira para assinantes Clube Correio.
*100 ingressos do espetáculo “Seu Bomfim”, 50 ingressos do espetáculo “Joelma” e 50 ingressos do espetáculo “Sebastião” estão disponíveis gratuitamente para pessoas de baixa renda através do site www.eufacocultura.com.br.
, , ,
Depois de muitos pedidos de seguidores fiéis, a talentosa e criativa chef Emanuele Montovani decidiu presentear Salvador com um empreendimento fixo da The Butcher House, na Vila Secreta - A Casa, na Rua das Hortênsias, 478, Pituba, espaço que oferece um mix de opções sensoriais já conhecido e apreciado por todos que acompanham o projeto "A Feira da Cidade", e traz ainda muitas novidades.


A steakhouse abre as portas em fase de teste nesta sexta-feira (23) e sábado (24), das 18h às 23h, com cardápio experimental.  Já no domingo (25), o local oferece a tão esperada “Feijoada do Açougueiro”, composta por um mix de cortes nobres de carnes, acompanhada de farofa especial, arroz e couve refogada, por R$ 35, serve 2 pessoas. Com entrada gratuita todos os dias, o público ainda irá contar com o som do DJ Mauro Telefunksoul no domingo, a partir das 14h.

A opção de iniciar o funcionamento da The Butcher House em fase de teste refletiu no desejo da chef Emanuele Montovani de que o local seja um espaço de compartilhamento de ideias com o público, que é parte dessa história e pode opinar sobre o funcionamento para chegar ao nível de excelência que as pessoas tanto se acostumaram a vivenciar, degustando as delícias da marca nas feiras. “Como gosto e fico animada ao interagir com o público em feiras, penso na fase de teste como uma forma de participação efetiva da construção do trabalho. Todos os que curtem a The Butcher House são importantes para ajudar no crescimento da empresa!”, explica a chef.

Serviço
O quê: The Butcher House (em fase de teste)
Quando:
23 de março (sexta-feira), das 18h às 23h
24 de março (sábado), das 18h às 23h
25 de março (domingo), das 12h às 18h (Feijoada do Açougueiro)
Onde: Vila Secreta – A Casa, na Rua das Hortênsias, 478, Pituba
Acesso gratuito

Sobre a The Butcher House

Criada em 2015 na Bahia, a The Butcher House é uma steakhouse, fruto do fenômeno dos foodtrucks que se popularizaram pelas ruas do país, utilizando o hambúrguer como prato carro-chefe. Com a alta da tendência de se consumir comidas na rua, o pit smoker ganha espaço nas feiras gastronômicas, onde é possível preparar um autêntico churrasco texano ao vivo. Essa é a inspiração: usar as melhores carnes, em processo low slow, o que garante um sabor incomparável. Além disso, oferece uma linha de temperos especiais: molhos, sais e produtos para churrascos, que podem ser comprados diretamente pelo Instagram @thebutcherhousebr, além dos assados sob encomenda.
,

21 de março é o Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado por 193 países ao redor do mundo com o objetivo de promover a inclusão das pessoas que nasceram com a trissomia. A data, instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2006, faz alusão aos três cromossomos no par de número 21, que as pessoas com síndrome de Down possuem. Apesar dos avanços na área da saúde, educação e políticas públicas, muitos ainda são os desafios enfrentados por essas famílias.
Para debater algumas destas questões, neste sábado (24), o Toques de Mãe, apresentado por Vivi Andrade, contará com convidados de diversas especialidades, como a terapeuta ocupacional Sheila Araújo e a fonoaudióloga Ivalda Gomes.
Além disso, o programa terá a participação da funcionária pública e coach, Vaneska Schmidt, e da administradora Leila Andrade, que juntas irão compartilhar suas experiências com outras mães. O programa vai ao ar às 7h30, na TV Band Bahia.
Dentre as síndromes genéticas, a Síndrome de Down é a que possui maior incidência, com cerca de 91% dos casos. Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, pelo menos 45 milhões de pessoas com alguma deficiência física ou mental viviam no Brasil. Destas, aproximadamente 300 mil possuíam ‘Síndrome de Down’, sendo uma para cada 600 nascimentos.
Sobre o programa
 O Toques de Mãe é um talk show semanal que aborda os temas mais comuns do universo materno, com dicas e curiosidades para auxiliar gestantes, mães, pais, além de cuidadores e educadores envolvidos nos cuidados de crianças de 0 a 10 anos.
Já no YouTube, o programa conta com vídeos curtos, bem dinâmicos e instrutivos, dicas e curiosidades que ajudarão não só as mamães, mas todas as pessoas envolvidas nos cuidados de crianças, além de conteúdos destinados ao desenvolvimento pessoal, profissional e empreendedorismo materno.
Sobre a apresentadora
Vivi Andrade é administradora, pedagoga, MBA em gestão de pessoas e mestre em desenvolvimento humano e responsabilidade social, professora universitária e consultora organizacional.
Além do programa, Vivi também se dedica à literatura. Atualmente está finalizando o seu primeiro livro intitulado “Os Dez Pilares do Marketing Pessoal”. Até o fim de 2018, ainda serão lançados cinco livros.
Para acompanhar as novidades, bastar acessar o blog: programatoquesdemae.com.br.