Últimas

, , , ,

O Wish Hotel da Bahia e a Bahia Marina anunciam uma parceria inédita para a celebração da maior festa de Réveillon de todos os tempos na Bahia. O tradicional clube da cidade e o hotel da GJP Hotels & Resorts se unem para proporcionar aos hóspedes uma experiência diferenciada e recheada de boas surpresas.

Com realização da Oquei Entretenimento, o Réveillon Celebre terá a Baía de Todos os Santos como paisagem. A novidade é que todos os hóspedes que adquirirem o pacote de Réveillon no Wish Hotel da Bahia, terão acesso direto à festa, incluindo acesso à área lounge, serviço all inclusive de alimentos e bebidas, assim como buffet e opções gastronômicas dos restaurantes Lafayette, Soho e DAS. E ainda: shows ao vivo com Alexandre Peixe, Dan Valente e Negra Cor, queima de fogos própria e transfer in/out saindo do hotel.

O pacote já está à venda no site do hotel, tem mínimo de três noites (29 de dezembro a 1º de janeiro), hospedagem em apartamento duplo com café da manhã, festa de Réveillon Celebre (acesso lounge), com início a partir das 21h e transporte de ida e volta. Os preços do roteiro completo estão sendo comercializados com valores a partir de 12x sem juros de R$243 (por casal) e pagamento em todos os cartões de crédito.

Ainda é possível adquirir o pacote com uma diária (31 de dezembro a 1º de janeiro), com hospedagem em apartamento duplo (categoria superior) com café da manhã, festa de Réveillon Celebre (acesso lounge), com início a partir das 21h e transporte de ida e volta, por R$ 1.400.

Informações e vendas em wishhoteldabahia.com e (71) 3021-6700.

Réveillon musical

Compositor de hits como Voa Voa, 100% Você e Não Vou Chorar, Alexandre Peixe é uma das atrações do Réveillon Celebre 2019. Começou a trilhar sua carreira de cantor solo em 2005, onde deu início em Salvador aos ensaios do Harém. Em 2008 recebeu o troféu Band Folia de cantor revelação do Carnaval de Salvador, numa votação nacional. Outro show que vai rolar no Réveillon Celebre 2019 é da banda Negra Cor. Sob o comando de Adelmo Casé, o grupo une hip hop, bases eletrônicas, o melhor da musicalidade da percussão baiana com a riqueza melódica e cultural da música negra, representada pelo reggae, samba-reggae, ijexá, funk.

Fecha a lista de atrações o cantor Dan Valente. Com 3 anos de carreira, ele traz um estilo sertanejo com influências da música baiana, passando pelas batidas das baladas e o compasso do forró. Suas canções são românticas, falam de amor, mas sem deixar de lado a diversão, que são constantemente temas do sertanejo universitário. No repertório, Dan Valente traz músicas como Escapadinha, Segredinho, Não Fico com Ex e Você Deixa.

Réveillon gastronômico

A gastronomia também é um dos destaques do Réveillon Celebre 2019. Os restaurantes DASS, Soho e Lafayette vão preparar um buffet especial para a festa. Premiado por 15 vezes consecutivas no Prêmio Veja Salvador na categoria de Restaurante Japonês, o Soho é uma referência na cidade. É reconhecido pela peculiaridade de seus pratos, sempre prezando por produtos de qualidade e mão de obra qualificada.

O DASS é um restaurante especializado na cozinha mediterrânea, com cardápio variado de frutos do mar e grelhados de steaks especiais. Sua decoração é inspirada nas décadas de 1960 e 1970, com fotos e objetos antigos e um Porsche Spyder conversível em uma das paredes. O local possui três ambientes distintos.

Já o Lafayette é especializado na cozinha mediterrânea e traz um cardápio que une os sabores internacionais ao toque da culinária local. O nome é inspirado em uma das principais ruas do bairro Soho, em Nova Iorque, onde se encontram inúmeros restaurantes de diferentes estilos e nacionalidades. O Lafayette chama a atenção pela sua arquitetura arrojada, projeto criado pela DB Arquitetos e repaginado em 2008 por Adriano Mascarenhas.


Como parte das comemorações pelos 30 anos de sua fundação, o Balé Folclórico da Bahia faz uma apresentação única, no dia 17 de dezembro, às 19h30, na Cidade do Saber, em Camaçari. A companhia, fundada e dirigida por Vavá Botelho, vai apresentar o espetáculo Herança Sagrada com a participação especial de trinta jovens da comunidade quilombola Cordoaria. Os jovens, que vão fazer a abertura da coreografia, participaram das oficinas de dança afro e percussão oferecidas gratuitamente pelo Balé Folclórico da Bahia e ministradas durante todo o mês de novembro por Nildinha Fonseca e José Ricardo Sousa, integrantes da companhia. O espetáculo contará ainda com a participação especial do bloco afro Ilê Aiyê, que fará uma apresentação depois do Balé. O evento será aberto ao público.

No dia 22 de dezembro, a cidade de Alagoinhas recebe o Balé Folclórico da Bahia para uma apresentação, às 20h, na Praça J.J.Seabra. A apresentação do espetáculo Herança Sagrada na cidade conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Alagoinhas, que também fará uma homenagem ao grupo pelos seus 30 anos. A companhia também vai realizar oficinas de dança e percussão gratuitas na cidade e os jovens que participarem das oficinas vão criarão uma coreografia para ser apresentada antes do espetáculo do BFB.

No dia 18 de dezembro, a companhia vai realizar um ensaio geral exclusivo para patrocinadores e convidados, no Teatro Miguel Santana, sede do Balé, onde serão apresentadas as novas coreografias criadas para os 30 anos. A atriz Gloria Pires, que vai dirigir um vídeo documentário sobre a trajetória da companhia, estará presente no ensaio e no espetáculo em Camaçari. A estreia do espetáculo comemorativo com as novas coreografias está prevista para os dias 12 e 14 de abril de 2019, para o público, e no dia 15 de abril, para as escolas, no TCA. 

O premiado Balé já se apresentou em mais de duzentas cidades e 24 países, incluindo Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Nova Zelândia, Austrália, Alemanha, França, Holanda, Suíça, México, Chile, Colômbia, Finlândia, Suécia e África do Sul, dentre outros.

Com sede no Pelourinho, em Salvador, atualmente, o BFB funciona em regime integral de seis horas de trabalho por dia. Os 40 integrantes da companhia – dançarinos, músicos e cantores – recebem preparação técnica para dança, música, capoeira, canto e teatro. Para preservar e divulgar as principais manifestações folclóricas da Bahia, o Balé desenvolveu uma linguagem cênica que parte dos aspectos populares e atinge questões contemporâneas. O Balé também possui um segundo corpo de baile, que realiza espetáculos, diariamente, no Teatro Miguel Santana, no Pelourinho, tendo como público, principalmente, turistas estrangeiros e de outros estados do Brasil. "Manter uma equipe que se dedica à dança em regime integral, com intenso preparo técnico, físico e muita pesquisa, é uma luta diária. Poucas companhias de dança privadas sem patrocinador regular conseguem existir por tanto tempo, mantendo um nível de excelência técnica tão elevado e respeito do público e da crítica", afirma Vavá Botelho, diretor geral do Balé.

,

A Mostra de decoração e arquitetura Morar Mais por Menos Salvador 2018, que aconteceu entre os dias 16 de outubro e 25 de novembro, e foi pautada em sete conceitos, vai premiar o ambiente que mais se aproximou dos pré-requisitos da exposição nacional. O ambiente vencedor da seleção será conhecido nesta quarta-feira, dia 5, às 15h, em uma solenidade no Teatro da Ong Hora da Criança (Avenida Juracy Magalhães Júnior, s/n, Rio Vermelho), local onde aconteceu a Mostra. Na oportunidade, as crianças beneficiadas com o trabalho da Ong terão uma festa de Natal.
O objetivo da premiação é valorizar o profissionalismo, a dedicação, a criatividade e o talento dos arquitetos, decoradores, designers e paisagistas. “Reconhecemos que todos os 40 ambientes buscaram se alinhar aos conceitos da Mostra e são merecedores de reconhecimento porque contribuíram diretamente para o sucesso que alcançamos”, disse Ana Paula Doria, diretora da Qualitè Eventos, empresa fraqueada realizadora da Mostra, em 2018. Após a premiação, serão entregues os certificados de todos os participantes.
Em 2019, a Morar Mais por Menos Salvador acontece entre os dias 02 de outubro e 10 de novembro.
Sete premissas do projeto
Mais por Menos: traz a necessidade de aliar custo e benefício, mostrando que profissionais de decoração podem trabalhar com custo acessível. Sustentabilidade: priorizar soluções sustentáveis, sendo a primeira Mostra de decoração a defender a causa. Inclusão Social: dar visibilidade ao trabalho informal, de ONGs e comunidades carentes, com objetivo de gerar demanda de venda e proporcionar condições de formalização dessas atividades. Brasilidade: estimular o uso de produtos regionais e genuinamente brasileiros. Tecnologia e Inovação: apostar no novo, com foco no bem estar. Vendas: possibilitar a comercialização de produtos no local e impulsionar a economia. E, por último, Customização: atribuir nova função aos objetos e materiais de construção.