Ads Top

Palestra alerta sobre as dificuldades enfrentadas pela população LGBTQIA+ na prevenção ao câncer de próstata


Foto: Divulgação

  

 As dificuldades enfrentadas pela população de gays, mulheres trans e travestis na prevenção ao câncer de próstata será o tema da próxima edição do Ciclo de Palestras do Amado - Núcleo de Apoio à Comunidade LGBTQIA+ da Unijorge. O professor Assistente da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (EEUFBA), Anderson Reis de Sousa, participa do debateque acontece na terça-feira (17), às 18h, no perfil do curso de Enfermagem da Unijorge no Instagram (@enfermagem_unijorge). O evento gratuito será mediado pela mestra em Enfermagem e Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde da EEUFBA e professora da Unijorge, Luana Moura Campos.

 

Iremos tratar da necessidade de evitar a generificação da doença, como o fato de se atribuir o câncer de próstata exclusivamente aos homens, o que afasta as pessoas com identidades de gênero não masculinas”, adianta Anderson Reis de Sousa, que é doutorando em Enfermagem e Saúde pela EEUFBA. Ele ressalta ainda que atualmente entre as principais dificuldades enfrentadas pela população LBGTQIA+ na prevenção ao câncer de próstata, estão o desconhecimento em saúde; a ausência de linhas de cuidado estruturadas; a discriminação por parte de profissionais de saúde; as fragilidades no atendimento profissional em saúde; e o encobrimento de demandas reprimidas da população LGBTQIA+ que não chegam até o serviço de saúde.

 

O Núcleo - Lançado no mês de setembro, o Amado tem atuação conjunta dos cursos de Direito, Enfermagem e Psicologia da Unijorge, por meio dos núcleos de prática jurídica e da escola clínica de psicologia e enfermagem. Outra atuação do Amado é o de mapeamento e integração de grupos, conselhos, comitês institucionais do Poder Executivo Municipal e Estadual e da sociedade civil de Salvador, com a finalidade de articulação de parcerias e fortalecimento de uma rede para realizar ações em prol dos direitos da população LGBTQIA+.

 

Os atendimentos ao público acontecem através de agendamento por telefone em horários determinados. Para atendimento jurídico é feito pelo telefone (71) 99902-8879, de segunda a sexta, das 8h às 18h. Já os atendimentos de psicologia são agendados pelos seguintes números: (71) 98822-2746 (Andréa Matta), às terças-feiras, das 8h às 12h; (71) 99741-4982 (Tatiane Alves Santos), às terças-feiras, das 18h às 21h; e (71) 985003097 (Letícia Menezes Valadares Coelho), às quartas-feiras, das 8h às 12h.

 

Serviço:

O quê: Palestra Novembro “Azul” - Reflexões sobre o mês de conscientização do câncer de próstata e a população de gays, mulheres trans e travestis

Quando: terça-feira, dia 17/11, às 18h

Onde: No perfil do curso de Enfermagem da Unijorge no Instagram (@enfermagem_unijorge)

Quem: Anderson Reis de Sousa, professor Assistente da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (EEUFBA) e mediação de Luana Moura Campos, professora do curso de Enfermagem da Unijorge

Tecnologia do Blogger.