Últimas

Filme ‘A Coleção Invisível’, será exibido em sessões

 
Com o objetivo de difundir a cultura da forma mais ampla possível, a produção do filme A Coleção Invisível realizará, na capital e no interior da Bahia, sessões gratuitas com o recurso da audiodescrição, voltadas para as pessoas com deficiência visual que poderão assim acompanhar e vibrar com o filme que aborda o tema da visão e da cegueira.
O projeto começa em Salvador com uma sessão na próxima sexta-feira, 25, na Sala Walter da Silveira, na Biblioteca Central dos Barris, com início às 17h. Uma outra sessão acontecerá em Salvador no Centro de Apoio Pedagógico no dia 8 de outubro, as 15h30. Estão previstas ainda exibições em salas de cidades do interior, com início no dia 2 de outubro, em Irecê, com duas sessões na Adevir - Associação de Deficientes Visuais de Irecê e Região, às 15h e às 17h. Após cada sessão, o diretor do filme estará presente para um debate com o público.
Através da audiodescrição, pessoas com deficiência visual poderão acompanhar cada detalhe da exibição, pois o recurso consiste na descrição clara e objetiva de todas as informações visuais que não estão contidas nos diálogos, como, por exemplo, expressões faciais e corporais que comuniquem algo, informações sobre o ambiente, figurinos, efeitos especiais, mudanças de tempo e espaço, além da leitura de créditos, títulos e qualquer informação escrita na tela.
O filme, que também será lançado brevemente em DVD e BluRay, já conquistou várias premiações no Brasil e no exterior como Melhor Filme em Gramado, Lisboa, Bogotá, Nova Iorque e Paris. A Coleção Invisível é uma adaptação de conto do escritor austríaco Stefan Zweig, e tem como cenário a região cacaueira. No elenco principal estão os atores Walmor Chagas, em sua última apresentação artística, Vladimir Brichta e Ludmila Rosa.
Dirigido por Bernard Attal, A Coleção Invisível foi produzido pela Santa Luzia Filmes e Ondina Filmes através do editais do Governo da Bahia e da Petrobras. O circuito de sessões em audiodescrição e a produção do DVD e do BluRay receberam o apoio financeiro da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult) através do Fundo de Cultura (Funceb).

Comentários