Últimas

Prêmio Braskem de Teatro homenageia a Cia. Baiana de Patifaria



A Cia. Baiana de Patifaria, um dos mais aclamados grupos teatrais em atividade no estado será homenageado durante a cerimônia de entrega dos troféus do Prêmio Braskem de Teatro. Este ano a comédia é o tema central da premiação, que será realizada no dia 14 de abril, no palco principal do Teatro Castro Alves, em Salvador.

A Cia. que foi criada em 1987, com o lançamento do espetáculo Abafabanca, têm em sua trajetória oito peças que já foram vistas por quase dois milhão de espectadores, além da criação de dezenas de personagens que ficaram imortalizados, como as professoras Fanta Maria e Pandora, de A Bofetada, entre outros.

“Essa homenagem vem comprovar que valeu a pena todo o trabalho durante esses 28 anos em que a Cia. vem tentando se manter em cena e nos anima a continuar”, ressalta o ator, diretor e dramaturgo Lelo Filho, que administra a Cia. Baiana de Patifaria. Segundo Lelo, a homenagem será dedicada ao ator Moacir Moreno, um dos fundadores do grupo, morto em outubro de 1994.

“É a Minha Cara”

A trajetória da Cia. Baiana de Patifaria será contada no livro “É a Minha Cara”, escrito pelas jornalistas Nara Maria Santos e Kamila Matos. A publicação, prevista para ser lançada em abril de 2015, contará em detalhes um pouco dos bastidores da Cia, através de depoimentos de atores que integraram a trupe, além de outros profissionais que participaram das montagens.
Sobre o PBT

O Prêmio Braskem de Teatro (PBT), que é coordenado pela Caderno 2 Produções Artísticas, é um evento tradicional já consolidado no cenário cultural da Bahia e tem o objetivo de valorizar, reconhecer e premiar a produção teatral do estado, abrindo espaço para o surgimento de novos talentos. A premiação, que em 2015 completa 22 anos de existência, surgiu como parte da Política de Responsabilidade Social da Braskem, que define como foco de sua atuação a inclusão social, a educação ambiental e promoção cultural com a finalidade de estabelecer as bases da consciência cidadã e estimular o crescimento sustentável.

Comentários