Últimas

Palco Sensações é uma das novas apostas do Festival de Verão 2015






Em sua 17ª edição, o Festival de Verão Salvador, que acontece de 22 a 24 de janeiro, apresenta um novo conceito ao apostar nas novas experiências sonoras e sensoriais, potencializando a vivência do evento. Exemplo maior disso é o Palco Sensações, que passa a ser o espaço mais conceitual do Festival. O palco envolve várias linguagens artísticas, mesclando vertentes culturais diferentes e de forma simultânea, como as artes plásticas e visuais, a moda, o design e, claro, a música.

Cada uma das três noites foi batizada com o nome de um baile e todas as noites recebem intervenções sonoras itinerantes por todo o galpão, ou seja, a música não para mesmo nas adjacências do palco. O primeiro desses bailes, no dia 22 de janeiro, é o Baile Independente, com alguns dos representantes da cena musical brasileira independente, como a Festa Venga, Venga!, de conceito ciganista e hedonista e que já faz sucesso em São Paulo, uma atração baiana e as bandas Jamz e Suricato, que participaram do Programa SuperStar e encenam um encontro especial. Nesse mesmo dia, a cereja do bolo é o tropicalista Tom Zé, que não perde a mania de sempre se reinventar artisticamente e, durante o seu show, recebe o grafiteiro Speto, conhecido mundialmente. A intervenção sonora do dia é o Bereguedê Transeunte, um artefato multimídia sobre rodas.

Já no segundo dia, sexta-feira, o Palco Sensações encarna o Baile Dance, com Ana Cañas, Ministereo Público e Russo Passapusso, estes dois últimos revelações da cena musical baiana. No chão, circulando entre o público do espaço, é o Ambulante Original, que não deixará a música acabar. Trata-se de uma plataforma multimídia que une a estética dos “Carrinhos de Café e DVD”, tradicionais vendedores ambulantes que circulam pelas ruas de Salvador e que levam suas mercadorias ao encontro da população, com “Trios Elétricos” e “Sound Systems”, culturas ligadas à música, entretenimento e sistemas de som. O Ambulante faz uso de múltiplas ferramentas: toca-discos de vinil, computadores, controladores, projetores, softwares livres, players digitais, Internet, fotografia, além de instrumentos elétricos e acústicos.

Para fechar o Festival de Verão no Palco Sensações, uma homenagem à danceteria mais cult de Salvador e ícone de lugar inusitado: a Borracharia. Daí o batismo da noite: Baile da Borracharia. Entre as atrações em cima do palco estão o Baile Esquema Novo, que muito se assemelha à proposta musical da Borracharia, além do grupo Teatro Mágico e do cantor Marcelo Jeneci. A intervenção sonora da noite está a cargo de Peu Meurray, músico, compositor e artista plástico, que usa pneus já gastos e retirados do lixo para transformá-los em tambores, chegando a montar uma bateria só com tambores de pneus. A inédita Orquestra de Tambores de Pneus explora cada centímetro de pneu de avião, carreta, trator, carro popular, Fórmula 1 e kart retirados do lixo. É assim que ele promete levar a decoração e o próprio ambiente da disco Borracharia para o Palco Sensações.

A ideia do Palco Sensações é também mostrar o que há de mais novo na música brasileira contemporânea. “Qual é a cara da nova MPB? O Sensações busca dar essa resposta”, sintetiza Elaine Hazin, curadora do espaço. Para fechar cada uma das noites temáticas haverá sempre coletivos de DJs, reforçando a natureza multicultural do palco, e sempre tocando música nacional. “É um lugar para dançar. São bailes genuinamente brasileiros e atuais”, reforça Hazin.

Paralelo ao palco, há a Alameda Sensações, uma feira de moda e cultura, com vinte artistas, designers e marcas divididos em dois macro-conceitos: Cultura Mestiça e Cultura Global. Algumas das marcas confirmadas são as seguintes: T-Shirt, Goya Lopes, Negrif, T-Camisetaria, Crioula, Rosa Athayde (acessórios étnicos), Zim Color, Soddi, Grude-Grude, Rosa Athayde e Colomy Brothers. Tudo para oferecer mais diversidade artística e mais opções de diversão, cultura e compras para o público. São produtos que não são encontrados em shopping centers ou em lojas tradicionais, como camisetas e acessórios com estampas totalmente inusitadas. Outro exemplo é a venda, pela primeira vez no Festival, dos já famosos pós coloridos, usados originalmente na Índia, e mais recentemente nas festas de Happy Holi ou Festival das Cores. A inspiração para ele veio do costume indiano de cobrir o corpo de pó colorido para celebrar a chegada da Primavera, fazendo todos se sentirem conectados.

Confira, abaixo, a grade posicionada e quase completa do Palco Sensações, bem como as grifes confirmadas da Alameda Sensações.


PALCO SENSAÇÕES:
QUINTA
Baile Independente
SEXTA
Baile Dance
SÁBADO
Baile da Borracharia
22/01
23/01
24/01
(a confirmar)
Ministereo Público
(a confirmar)
Jamz e Suricato
Ana Cañas
Marcelo Jeneci
Tom Zé (intervenção do grafiteiro Speto)
Russo Passapusso
Teatro Mágico
Festa Venga, Venga!
(a confirmar)
Baile Esquema Novo
Intervenção sonora:
Bereguedê Transeunte
Intervenção sonora:
Ambulante Original
Intervenção sonora:
Peu Meurray

Comentários