Últimas

Fiorella Mannoia, diva da música Italiana, se apresenta pela primeira vez no Brasil


Madrinha do Projeto Axé, fundado pelo italiano Cesare de Florio La Rocca, ONG que atende há 24 anos, mais de 20 mil crianças, adolescentes e jovens socialmente desfavorecidos na Cidade de Salvador,Bahia.  A cantora italiana convida  para sua apresentação, na posição de participações especias   bailarinos e percussionistas orientados na Arteducação do Projeto Axé.

Conhecida como “a diva da música italiana”, a cantora e compositora Fiorella Mannoia  faz  sua primeira apresentação no Brasil - no dia 06 de junho (6ª feira), às 21h, no Auditório Ibirapuera.  No dia 07 de junho ( sábado), às 21h, a cantora se apresenta no Teatro Castro Alves, na capital baiana.

O show marca o lançamento do CD “SUD”- uma homenagem ao sul do mundo – e conta com a participação especial de jovens bailarinos e percussionistas do Projeto Axé,  com sede em Salvador (BA).

O show de Fiorella - uma realização da produtora cultural Amália Tarallo em parceria com a Embaixada da Itália no Brasil - integra a programação de ITÁLIA NA COPA, projeto idealizado pela representação diplomática italiana, com o objetivo de promover a imagem do país, através de atividades culturais, sociais e científico tecnológicas. A programação teve início em abril com a apresentação da cantora Mariella Nava.

Com  40 anos  de carreira, Fiorella é um dos grandes nomes da música italiana atual, com forte interação com a ‘word music’  .Seu CD “SUD” é o primeiro com composições suas. Acompanhada por sua banda, a artista apresenta,no show de lançamento do álbum,  as canções “Si solo mi guardasse” e “In Viaggio”,   letras  de sua autoria, “Ah Che Sarà”(versão em italiano da música O que Será, de Chico Buarque de Hollanda) ,”Quando eu venho de Luanda”, música interpretada pelos jovens do Projeto Axé, “I Treni a Vapore”, com um arranjo percussivo marcante, “No è um film”, com um rap na abertura e gravada com a participação especial do MC Frankie HI-NRG , “Convivere”, uma toada com arranjo caribenho, “Quando l’angelo vola”, com uma introdução e arranjo de raízes africanas, a balada “Il Cielo d’Irlanda” e as românticas como “Io Non ho paura”, “Portami via” e a música que é tema do Cd “Torno al sud”( Vuelvo ao sur), de Astor Piazzola, com tradução e adaptação da letra feita por Fiorella, entre outras.

Comentários