Últimas

A Outra Cia. De Teatro leva teatro ao Subúrbio Ferroviário


                                                                             
Cinco bairros do Subúrbio Ferroviário de Salvador receberão uma série de atividades gratuitas e artísticas, promovidas pela A Outra Companhia de Teatro na região. Plataforma, Periperi, Paripe, Boa Vista do Lobato e Alto do Cabrito contarão com apresentações do espetáculo infanto-juventil Remendo Remendó, edições da oficina de música “Da Ciranda ao Samba de Roda”e uma oficina de teatro e dança, intitulada “Remendando o Boi”. Todas as ações visam promover a cultura popular nordestina e estreitar o diálogo entre o grupo e bairros populares de Salvador. A programação acontecerá por todo mês de maio e conta com o apoio da de recursos da Fundação Gregório de Mattos.
A cada bairro visitado, o projeto Remendando o Subúrbio leva um conjunto de atividades, que revelarão para os participantes um pouco da pesquisa do grupo sobre a cultura popular, além de apresentar nessas comunidades o espetáculo do repertório d’A Outra, Remendo Remendó, que passeia pelo universo do bumba-meu-boi, o maracatu, a burrinha, o frevo e histórias da literatura de cordel.
Na Oficina de Música “Da ciranda ao samba de roda”, o diretor musical Roquildes Junior trabalhará com elementos, texturas e dinâmicas sonoras de ritmos do cancioneiro popular nordestino. Já em Teatro e Dança, na oficina “Remendando o boi”, o bailarino Anderson Danttas e o diretor Luiz Antônio Jr. desenvolverão exercícios criativos  que conduzirão os participantes a construírem seu modo de relação com o bumba meu boi, num jogo dinâmico envolvendo histórias, danças e referências culturais de cada bairro.
A expectativa da companhia é alcançar 3.000 pessoas de diferentes faixas etárias , formações e segmentos sociais, em sua maioria moradores do Subúrbio Ferroviário de Salvador, região pouco atendida por atividades teatrais na capital soteropolitana. De acordo com Roquildes Júnior, integrante do grupo, o projeto Remendando o Subúrbio visa promoverá formação, apreciação, fruição, acessibilidades, promoção e preservação da cultura popular.
10 Anos – Em 2014, A Outra Companhia de Teatro completa dez anos de atuação continua no teatro baiano, desenvolvendo uma pesquisa cênica que valoriza o discurso de seus atores num cruzamento com a cultura popular, trazendo elementos, princípios e enredos de manifestações nordestinas para seu treinamento, desenho estético e/ou argumento dramatúrgico, sem folclorização. Há dois anos, o grupo ocupa uma sede própria, onde promove treinamentos, oficinas e apresenta seus espetáculos, a Casa D’A Outra, no bairro do Politeama.
A Outra Companhia de Teatro surge em 2004, formada por pessoas de diversas origens e formações, dentre eles moradores de bairros do Subúrbio Ferroviário de Salvador, onde iniciaram suas carreiras a partir de oficinas do antigo Instituto Ara Ketu. Justamente por conta dessa origem, A Outra realiza ações no intuito de manter o diálogo com a região soteropolitana do Subúrbio Ferroviário. O grupo promove ações de mediação cultural, convidando estudantes a assistirem seus espetáculos quando em temporadas, na maioria das vezes, nos teatros localizados no centro da capital baiana.

Cronograma:

05/05
Oficina de Música (Paripe – 09 horas)
Oficina de Boi (Paripe 14 horas)

06/05
Remendo Remendó (Paripe 19 horas) – Praça João Martins

11/05
Remendo Remendó (Boa Vista do Lobato 17 horas) – Praça do Fim de Linha

12/05
Oficina de Música (Boa Vista do Lobato – 09 horas)
Oficina de Boi (Boa Vista do Lobato - 14 horas)

23/05
Oficina de Boi (Periperi - 09 horas)
26/05
Oficina de Música (Periperi – 09 horas)
Remendo (17 horas Periperi) – Praça da Revolução

27/05
Oficina de Música (Plataforma– 09 horas)
Oficina de Boi (Plataforma 14 horas)
28/05
Remendo (17 horas Plataforma) – Praça São Brás

29/05
Oficina de Música (Final de Linha do Alto do Cabrito – 09 horas)
Oficina de Boi (Final de Linha do Alto do Cabrito - 14 horas)

30/05
Remendo (Final de Linha do Alto do Cabrito - 17 horas)

Comentários