Últimas

Último dias: VI Mostra Possíveis Sexualidades;confira a programação

Até domingo, dia 29 de setembro, a diversidade sexual está no centro da cena audiovisual e das linguagens artísticas de Salvador. Ainda dá tempo de conferir a programação de  longas inéditos, animação, mostra competitiva de curtas metragens, workshops e debate nos espaços da Caixa Cultural, o Instituto Cervantes e o Circuito Sala de Arte – Cinema do Museu. O evento é o maior Festival de Cinema e Diversidade Sexual do Norte-Nordeste e é financiado com recursos do Fundo de Cultura da Secretaria de Cultural do Estado da Bahia e Secretaria da Fazenda, por meio do Edital Setorial de Audiovisual e patrocínio da Caixa Cultural.

Ainda dá tempo de assistir aos filmes internacionais inéditos na Bahia: Joshua Tree, 1951: A Portrait of James Dean (Matthew Mishory, EUA, 2012, 90 min), I’m a divine (Jeffrey Schwarz, EUA, 2013, 90 min), Unconditional Love, GBF, Mosquita y Mari entre outros.  Os filmes serão exibidos no Circuito Sala de Arte, na sala do Cinema do Museu.

Ainda dá tempo de conferir os filmes da Etapa Competitiva do festival, cuja curadoria foi feita por Rodrigo Barreto, professor e doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia. Hoje, dia 27 de setembro,  partir das 15h, é possível conferir aos curtas metragens: “Meninas do Cabaré”, “Uma, Duas Semanas”, “Leve-me para sair”, “A inevitável história de Letícia Diniz”, “O Segredo Segundo Antônio Botto” e “Jessy”. No dia 28 de setembro, também a partir das 15h, a Programação 2 trará os filmes competidores: “O Segredo dos Lírios”, “Da alegria, do mar e outras coisas”, “Chapô”, “A Caroneira”, “Bibinha, a luta continua” e “Abismo”.  Os filmes da competição serão exibidos na Caixa Cultural (Rua Carlos Gomes). Para entrar, basta contribuir com um quilo de alimento não perecível.



A Mostra Diva ocupa o Instituto Cervantes, reunindo 13 obras de animação, entre obras brasileiras e internacionais, até domingo, dia 29 de setembro, a partir das 15h, gratuitamente. Na programação paralela, é possível conferir a exposição da fotógrafa Agnes Cajaíba, Fluxo, no Foyer do Espaço Xisto (Barris) e o Ensaio da Orkestra Rumpilezz, na Praça Tereza Batista, recebendo a convidada Ellen Oléria, a partir das 20 h.

O diretor teatral Gil Vicente Tavares vai assinar a leitura dramática do texto  As Lágrimas Amargas de Petra von Kant, de Rainer Werner e reuniu um elenco de peso, formado por atrizes experientes como Cristiane Mendonça, Fafá Menezes e Cláudia de Moura, além de Camila Sarno, Lis Luciddi e Carlos Betão. O texto conta a história de uma estilista de alta costura, bem sucedida, que se vê derrotada pela paixão não correspondida uma jovem de classe social inferior. O público poderá conferir a leitura dramática no dia 28 de setembro, sábado, às 17h, na Caixa Cultural (Rua Carlos Gomes).

Hoje, sexta-feira, dia 27, será encerrado o ciclo de debates, com o tema Normas e subversões da sexualidade na internet, recebendo os palestrantes: Luiz Felipe Zago (UFRGS), Gilmaro Nogueira (UFBA/CUS) e a debatedora Simone Brandão Souza (UFBA/UFRB/CUS). Gratuitamente, na Caixa Cultural. Fechando o ciclo de Workshops, a Mostra recebe o roteirista e diretor de projetos transmídia Thiago Aiache ministrará a Oficina de Roteiro, na Caixa Cultural, das 9h às 12h.

Comentários