Últimas

Escritora baiana conhecida como a "Branca de Neve" do século XXI lança o Livro "Entre Chaves"


“Deixa que a palavra planta o que vem em esperança e liberta-te como canção. Deixa que o verso canta no teu ouvido uma aliança entre saber sim e saber não.’’  É com esta ideologia que Vanessa Brunt, conhecida pela imprensa como A poetisa de todas as coisas, lança seu primeiro livro solo intitulado “Entre Chaves”. A publicação terá noite de autógrafos no dia 14 de setembro, na Livraria Saraiva do Salvador Shopping,  a partir das 16  horas.
 
Batizada também carinhosamente por jornalistas, como a Branca de neve do século XXI, a autora oferece aos leitores, nesta obra, momentos de identificações e/ou reflexões com os recheados de pensamentos, poesias e citações que abrangem temas diversos. Circundando desde as questões mais sentimentalistas até as de críticas sociais e políticas, a poeta inspira desde os leitores mais sonhadores até os mais realistas. A publicação tem 200 páginas e chega ao mercado pela editora Inverso.
 
Vanessa Brunt - A jovem escritora nasceu em Salvador, em 1995. Desencadeou-se no universo poético aos nove anos de idade, transpondo em papeis suas indagações, sentimentos e reflexões. Apesar de compor, escrever contos, frases e textos diversos, foi principalmente pelas poesias que a pensadora passou a chamar a atenção no campo literário.
 
Após ser descoberta por mestres da gramática do ensino superior, a autora foi alvo de diversos convites, como o de presidir a Academia de Letras Baiana - CAV (em 2012), ou o de dar entrevistas para blogs e, palestras em colégios soteropolitanos, entre inúmeros outros. O reconhecimento sobre Vanessa Brunt então alastrou-se constantemente, sendo foco de espanto positivo pela sua pouca idade e escrita tão madura e profunda (sendo comparada com poetas de maior faixa etária, ou até já falecidos).

Com matérias em revistas, sites e jornais, como a Revista Entremundos, de São Paulo e o site ONIM de cultura nacional, a escritora passou a receber cada vez mais reconhecimentos na rede, ganhando espaços com frases, pensamentos, poesias e diversos dos seus escritos em blogs, tumblrs, páginas do Facebook e derivados. Entre os anos de 2011 e 2012 houve um certame entre editoras para a conquista do primeiro lançamento de Vanessa. A pensadora então, após ganhar em primeiro lugar um concurso que gerou uma coletânea de poesias chamada ''Quando o Inverno Chegar...'', acabou por optar pela  Editora InVerso, de Curitiba, responsável pela antologia.
 
O carinho dos leitores intensifica-se pelo fato de identificarem-se em variadas obras de Vanessa, comprovando assim a reintegração do interesse poético-literário feita pelos seus escritos, que abordam com irreverência visões sentimentalistas e/ou reflexões do cotidiano. Outros fatores muito comentados pelos seus leitores (principalmente os mais jovens) é o carisma da poetisa e a sua desenvoltura contagiante, que transpõe ao levar as suas verdades e lições não só na escrita, porém, também em entrevistas e em outros meios onde possa expressar-se.
 
Em seu novo livro “Entre chaves”, a artista expõe o que estava (metaforicamente) entre chaves em suas gavetas, tendo em seus escritos o que transpõe da sua vida pessoal e/ou dos seus pontos de vista em desabafos abalizadores. Este feito da autora promete invadir a sua alma. Se não na primeira folha em que abrir, sem dúvidas, em alguma destas páginas haverá um pedaço seu, seja este já descoberto, ou ainda a ser desvendado.

Comentários