Últimas

Medicamento que reduz transmissão de HIV começa a ser testado em agosto


O Truvada, medicamento que pode evitar a infecção pelo vírus do HIV, começará a ser testado em São Paulo a partir de agosto deste ano. Os testes, que serão conduzidos pela Fundação Oswaldo Cruz do Rio, com apoio da Faculdade de Medicina da USP e da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, reunirão 400 homossexuais voluntários, que farão a administração do medicamento por um ano.

A terapia de pré-exposição, que funciona como terapia preventiva contra a Aids,  foi aprovada nos Estados Unidos em julho de 2012. O medicamento não cura a doença, mas já se mostrou capaz de reduzir a probabilidade de contração do vírus. Durante o período de testes, os voluntários não precisam se submeter ao coquetel de remédios prescrito aos infectados com HIV.

O Truvada já foi testado pelo Programa das Nações Unidas sobre HIV/Aids  na Tailândia, onde o medicamento foi administrado em homossexuais voluntários que não tinham Aids, mas que mantinham relações com outros homens portadores do vírus. Os resultados apontaram uma redução de 40% nos casos de transmissão na primeira sequência de testes e de até 70% na segunda.

O uso do medicamento, no entanto, não significa que a pessoa esteja imune ao HIV ou a outras doenças sexualmente transmissíveis. Ainda não é certo se o tratamento será oferecido pelo sistema público de saúde ou quanto custaria.

Comentários