Últimas

Gláucia Lemos estará na Flica 2013

Baiana de Salvador, Gláucia Lemos é um dos principais nomes da literatura do Estado. Dona de mais de dez premiações literárias e membro da Academia de Letras da Bahia, a escritora virá a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que acontece entre os dias 23 e 27 de outubro, em Cachoeira – Bahia. Gláucia Lemos estará na mesa “Lirismo, sonhos e imaginários”, que acontece no dia 25 de outubro, com mediação do ator e apresentador Jackson Costa. Graduada em direito na UCSal e pós graduada em Crítica de Arte na UFBa, a autora estudou música e artes plásticas. Na literatura, estreou em 1979 com livro de contos, ilustrado por ela mesma, em edição da Fundação Cultural do Estado da Bahia. De lá para cá, foram 35 outros títulos, dos quais 21 infanto-juvenis. As obras criadas para crianças e adolescentes a projetaram como autora do gênero no território nacional com sucessivas reedições, todas com grandes editoras. Além dos livros de contos, Gláucia Lemos escreveu antologias, ensaios, novelas, poesias infantis, poemas, publicou quatro romances, todos eles premiados em concursos nacionais. Como os romances “O riso da raposa”, de 1985, que recebeu uma premiação da Academia de Letras da Bahia, “A metade da maçã”, de 1988, também homenageada pela Secretaria da Cultura de Recife-PE e “As Chamas da Memória”, de 1990, que ganhou o prêmio da União Brasileira de Escritores (RJ). Também são dela, os prêmios de "O melhor livro", no Segundo Concurso Literário (UBE/Scortecci- 2007) com “Bichos de Conchas” e o prêmio "Graciliano Ramos" (1990) da UBE-RJ com “As Chamas da Memória”. Com as novelas não foi diferente. Gláucia Lemos foi finalista no prêmio João de Barro, dado pela Secretaria Municipal da Cultura de Salvador, com a publicação “Vou te contar, meu camarada” (2006). A escritora é filiada à UBE-SP, Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Academia de Letras da Bahia e sócia fundadora da Associação dos Amigos do Teatro Castro Alves. Gláucia Lemos deixou a advocacia, dedicando-se a literatura e ao jornalismo. Publicou ensaios de arte e críticas, no jornal A Tarde Cultural, na Tribuna da Bahia e no antigo Diário de Notícias, mas sempre encontrou na Literatura sua mais autêntica forma de expressão. A Flica - Entre os dias 23 e 27 de outubro acontece na cidade histórica do Recôncavo Baiano, a terceira edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). O evento contará com nomes locais, nacionais e internacionais. A festa será gratuita e terá shows musicais, praça de alimentação e pela primeira vez uma programação voltada para o público infantil. O evento tem coordenação geral e realização da Icontent/Rede Bahia e de Marcus Ferreira, da Cali - Cachoeira Literária Cultura e tem o Vice-Presidente do Conselho de Cultura da Bahia, Aurélio Schommer e o escritor Emmanuel Mirdad, da Mirdad Gestão em Cultura, como curadores. A Flica já tem o primeiro patrocinador confirmado: a Oi, através da lei de incentivo estadual à cultura, o Fazcultura. O projeto foi um dos cinco selecionados, da Bahia, através do concorrido edital nacional da Oi Futuro. A Flica também já tem confirmado nomes como Lars Iyer, escritor da trilogia de romances “Spurious”(2011), “Dogma”(2012) e “Exodus”, Laurentino Gomes, autor do best-seller “1808 - Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil”, Edney Silvestre, consagrado jornalista e escritor e Regina Echeverria, biografa de Elis Regina, Cazuza, Gonzaguinha, Gonzagão e José Sarney. O evento literário contará com a presença de autores baianos como Elieser Cesar, Karina Rabinovitz, Állex Leila, Tom Correia e a historiadora Maria Hilda Baqueiro Paraíso. Festa Literária Internacional de Cachoeira – Flica 2013 Local: Conjunto do Carmo – Cachoeira Data: 23 a 27 de outubro (quarta a domingo) Realização: Cali - Cachoeira Literária! Cultura, Icontent/Rede Bahia e Mirdad Gestão em Cultura EVENTO GRATUITO

Comentários