Últimas

Diretor compara beijo gay em novela com cena de assassinato violento


Sucesso no horário nobre com a novela 'Amor à Vida', o diretor Wolf Maya decidiu falar sobre o possível beijo gay, que pode acontecer pela primeira vez em uma teledramaturgia da Globo. Em entrevista ao colunista Léo Dias, do jornal 'O Dia', Wolf confessou que ainda tem receio de expor esse tipo de situação na TV e comparou o ato com uma cena de assassinato violento. "Não sou careta, mas fica complicado exercer um controle dentro de casa entre a televisão e a criança. A criança assiste a uma novela das nove, das dez e vê coisas que ficam longe do entendimento dela, ela pode constranger os pais e talvez seja cedo para falar sobre aquele assunto. Não que não se deva falar, mas cada um tem sua família e sabe o momento correto para isso ser conduzido. É delicado eu expor o beijo gay ou uma violência física agressiva, um assassinato agressivo.

Tenho muito cuidado com esse enorme público que assiste à televisão que fazemos no Brasil. Vale muito mais a pena pensar no todo do que particularmente na sua vontade ou no seu ponto de vista ao fazer um ato violento ou um ato erótico", explicou. Não demorou muito e logo alguns grupos de apoio aos homossexuais demonstraram revolta pelo comentário do diretor global. No perfil do grupo 'Eu sou a favor do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo no Brasil' foi postada uma montagem exibindo as palavras de Wolf e, na legenda, um texto repreendendo a atitude do diretor.

"As vésperas do dia mundial do orgulho LGBT, com o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo acontecendo em todo o país, nós ainda temos - de onde MENOS se espera - ter que ler uma coisa lamentável dessas! Uma das piores maneiras de desumanizar uma pessoa é comparar o seu afeto ao que existe de mais terrível no mundo e impedir sua expressão", diz o texto, que logo recebeu vários compartilhamentos, curtidas e comentários na página no Facebook. E não parou por aí. No Twitter, os internautas mostraram também suas indignações pelas palavras do diretor de 'Amor à Vida'. Em um dos desabafos na rede social, um rapaz questiona a sexualidade de Wolf e diz que gostaria de saber qual a opinião do deputado Jean Wyllys, que luta pelos direitos dos gays. Fonte: Ibahia

Comentários