Últimas

Orquestra Sinfônica Juvenil da Bahia grava CD e DVD no TCA



A Orquestra Sinfônica Juvenil da Bahia, maior formação do NEOJIBA, gravará seu 1º CD e DVD comerciais nos dias 08, 09 e 10 de abril na Sala Principal do Teatro Castro Alves. A sessão do dia 10 será gravada ao vivo para um público de convidados.
“O DVD da Juvenil da Bahia será um marco importante no caminho em busca da excelência deste grupo musical que tem se destacado pela maturidade, exuberância e qualidade” afirma o maestro Ricardo Castro, que atuará na gravação como diretor artístico, regente e solista. O primeiro DVD da Orquestra foi gravado ao vivo em 2010 no 41º Festival de Inverno de Campos do Jordão e mesmo não tendo sido distribuído comercialmente já totalizou mais de 500 mil visualizações no Canal do NEOJIBA no Youtube.
O repertório do DVD será divido em três blocos. O primeiro dedicado ao repertório sinfônico tradicional com obras de Tchaikovsky e Rachmaninoff, o segundo com a participação de convidados especiais e o terceiro com obras do baiano Wellington Gomes e do popular Zequinha de Abreu.
O projeto conta com o patrocínio da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e da Tim, através do programa Fazcultura. “A TIM acredita que através da cultura e da sua disseminação pode-se promover oportunidades de desenvolvimento, contribuindo, assim, para um futuro melhor. É por esta razão que a empresa aposta em iniciativas como a Orquestra Sinfônica Juvenil da Bahia, que utiliza o poder transformador do ensino da música para crianças e jovens”, declara Juliana Teixeira, diretora de Vendas Consumer da TIM Bahia e Sergipe.

Participações Especiais
Marcando a parceria entre a Orquestra e um dos grandes nomes da música brasileira, a suíte Rio Negro do pianista e compositor Cesar Camargo Mariano foi arranjada especialmente para a Orquestra Juvenil da Bahia e será gravada pela 1ª vez. “Tenho uma satisfação enorme em ver e ouvir meu trabalho sendo executado por eles. Pude até recriar em cima de uma estrutura orquestral pré-estabelecida, à medida que os ensaios iam se desenvolvendo com naturalidade e criatividade”, revela o músico que se apresentou com o NEOJIBA em 2012 no TCA e na primeira edição do Festival Música em Trancoso, no extremo sul da Bahia.
Cesar Camargo Mariano chegou à capital baiana com duas semanas de antecedência. “Cada vez que ouço esta orquestra e vejo Ricardo Castro trabalhando com os meninos, sinto que vale a pena investir na cultura, na educação e no ser humano independente da idade, custe o que custar. Emociono-me profundamente com o trabalho realizado no NEOJIBA”, declara.
O violinista alemão Markus Däunert, spalla fundador da Mahler Chamber Orquestra, será o líder  no Adagio para cordas de Samuel Barber. Ele foi selecionado por Claudio Abbado para ensinar aos jovens do “El Sistema” na Venezuela e tem colaborado com o NEOJIBA desde 2010 dando aulas e participando de concertos com os músicos do programa.
A Orkestra Rumpilezz foi convidada para participar da execução do famoso Bolero de Ravel. “É uma honra participar deste momento do NEOJIBA, principalmente por se tratar de um programa que realiza diversos desejos e sonhos da trajetória do músico que sou. Sinto-me feliz musical e socialmente ao ver o desenvolvimento de um programa que tem a arte de compartilhar o ensino da música e proporcionar acesso a instrumentos e oportunidades”, declara o maestro Letieres Leite, da Orkestra Rumpilezz.

O jovem maestro Yuri Azevedo, vencedor do prêmio Eleazar de Carvalho em 2012, assumirá outro grande momento da gravação com a regência do Concerto nº 2 para piano e orquestra em Dó menor, Op.18, do Sergei Rachmaninoff, tendo Ricardo Castro como solista. A inclusão da peça no repertório do DVD é uma homenagem ao 140° aniversário do compositor e pianista russo, que também completou 70 anos de morte no último dia 28 de março.
Equipe especializada e inovação
Para a gravação do DVD serão utilizadas nove câmeras comandadas pelo diretor de imagem e áudio Henrique Passini, referência gravação em vídeo de orquestras nacionais. “O trabalho pensado para a Orquestra Juvenil da Bahia é tão importante como de qualquer outra orquestra formada por adultos. A diferença é a adição de uma grande qualidade: a alegria dos jovens. O músico comum toca profissionalmente. Os jovens tocam profissionalmente com alegria”, declara Passini, que foi responsável por dirigir o DVD do NEOJIBA em 2010. “Na primeira experiência, pude conhecer de perto a orquestra e captar sua essência. Acredito que este segundo trabalho será realizado com mais maturidade”, afirma.
A gravação do DVD conta ainda com a coordenação musical do técnico alemão Uli Schneider, que trabalhou no selo Sony Classical e assinou gravações diversas da OSESP. O cenário inovador do DVD terá projeções criadas pelo VJ Gabiru. “Estou preparando um cenário que proporcione ao público uma experiência de imersão (som + imagem) feita a partir do diálogo da música clássica com as novas tecnologias. Será uma conversa entre a Bahia e o mundo, que tenha as características dos jovens que estarão presentes no palco”, adianta o VJ.

Ensaio aberto

O público do NEOJIBA poderá conferir, em primeira mão, o ensaio aberto da Orquestra Sinfônica Juvenil da Bahia, no próximo dia 04 de abril, das 17 às 18:30h, na Sala de Ensaio do Piso C do Teatro Castro Alves. Com entrada franca e sujeita à lotação do espaço, o ensaio apresentará algumas obras da gravação. Os interessados deverão enviar nome e RG para o email contato@neojiba.org.


PROGRAMA
TCHAIKOVSKY – Romeu e Julieta (20’)

RACHMANINOFF – Concerto nº 2 para piano e orquestra em Dó menor, Op.18 (33’)
Regente: Yuri Azevedo
Solista: Ricardo Castro

SAMUEL BARBER – Adagio para cordas (8’)
Participação: Markus Däunert

CESAR CAMARGO MARIANO – Suíte Rio Negro (7’)
Participação: Cesar Camargo Mariano

RAVEL – Bolero (16’)
Participação: Orkestra Rumpilezz


WELLINGTON GOMES – Sonhos Percutidos (8’)

ZEQUINHA DE ABREU – Tico-Tico no Fubá (Arranjo: jamberê) (4')

Sobre o NEOJIBA
Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA tem por objetivo alcançar a excelência e a integração social por meio da prática coletiva da música. No Brasil, o NEOJIBA é o primeiro programa governamental de formação de orquestras infanto-juvenis baseado no aclamado “El Sistema”, programa venezuelano criado há 37 anos. Seu diretor fundador e regente titular é o pianista Ricardo Castro, convidado em 2007 pela Secretaria de Cultura para criar e implantar o programa na Bahia. O NEOJIBA já beneficia diretamente mais de 600 crianças e jovens, integrantes do Núcleo de Gestão e Formação Profissional do Programa, no Teatro Castro Alves, e em Núcleos de Prática Orquestral em Simões Filho e na Península Itapagipana, em Salvador. Além disso, o NEOJIBA apoia pedagogicamente projetos orquestrais do interior do estado, levando seus resultados a jovens músicos dos municípios de Conceição do Coité, Jacobina, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Angical. O mais importante diferencial entre o NEOJIBA e a maioria das outras iniciativas de arte-educação realizadas no Brasil é sua função de real integração social, estimulando o convívio entre crianças e jovens de vários segmentos da sociedade.


Comentários