Últimas

Espetáculo de dança reflete sobre o corpo com deficiência



O bailarino e coreógrafo Edu O apresenta dentro da Mostra Latino-Americana de Dança seu espetáculo O Corpo Perturbador, nos dias 07 e 10 de dezembro, sexta e segunda-feira, às 16h, na Escola de Dança da UFBA, com entrada franca e aberta ao público. As apresentações integram a ampla programação da Plataforma Internacional de Dança, que está em sua quarta edição e que durante seis dias transforma Salvador no ponto de encontro do corpo na América Latina.

A partir da pergunta “o que é um corpo perturbador para você”, Edu O cria um espetáculo que se dedica a investigar o corpo com deficiência, culturalmente identificado como incapaz, não-belo e perturbador. O trabalho traz uma abordagem diferenciada desse corpo que é avesso dos padrões, da hegemonia. Para o artista, numa sociedade imensamente erotizada, é pertinente instigar outra reflexão sobre o assunto, abordando a sexualidade neste corpo. Também entram em questão as múltiplas relações que têm interferência direta no corpo: relações afetivas, sociais, políticas, culturais e religiosas que envolvem as pessoas com deficiência.

Além de fazer as apresentações, Edu O realiza oficina gratuita, também na Escola de Dança da UFBA, às 10h. Na oportunidade, o artista vai compartilhar com os participantes da atividade um pouco do processo criativo do espetáculo. A participação é aberta ao público e não prescinde de inscrição.

Plataforma 2012 - Vínculos sociais, estéticos, políticos entre a dança e as pessoas. Essa é a tônica da PID - Plataforma Internacional de Dança, que chega a sua 4ª edição e realiza a Mostra Latino- Americana de Dança com espetáculos e performances em Salvador, de 05 a 10 de dezembro de 2012. Produções de diversos de países da América Latina e rodas de conversas sobre a dança contemporânea se espalham pela cidade durante o evento, com expectativa de mobilizar a população da cidade para a arte do movimento do corpo. A PID tem apoio da Caixa Cultural e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia através do Fundo de Cultura.
Dançarinos e coreógrafos do México, Argentina, Peru, Costa Rica, além dos brasileiros de todos os cantos do país, discutirão através das obras e dos momentos de diálogos o que pode ser uma experiência estética da dança e até onde ela modifica a visão de mundo das pessoas. Para a Mostra Latino-Americana de Dança, o público irá contar com dez espetáculos com 17 apresentações, cinco dias de discussões sobre curadoria e artes e sua relação com os públicos diferentes e de diversos cantos da cidade.

Serviço
Dias 7 e 10/12 (sexta –feira e segunda-feira)
Escola de Dança da UFBA (Campus Ondina - UFBA)
Ás 16h Entrada Franca
Classificação: Livre para todos os públicos.

Comentários