Últimas

Parceria com Animage coloca cinema de animação em evidência no VIII Panorama



Uma parceria com o Animage – Festival Internacional de Animação de Pernambuco, traz ao VIII Panorama uma mostra especial com sete curtas exibidos no evento, que acontece anualmente, desde 2009, em Recife e Olinda. São produções do Canadá, Bélgica, França, Estônia, Reino Unido, Coreia do Sul e Brasil, quase todas inéditas na Bahia. A curadora do Animage, Nara Normande, estará presente nas sessões e falará com o público sobre o festival.

A programação traz quatro filmes premiados no Animage, entre eles o belga “Oh Willy...”, de Emma De Swaef e Marc James Roels, eleito nas categorias de melhor direção e fotografia. Narrando a volta forçada de Willy às suas raízes naturalistas e sua entrada na “selvageria nobre”, o filme acumula prêmios em festivais ao redor do mundo: Cartoon d’Or (Associação Europeia), Dura Lex (Austrália), Animanima (Sérvia), Silhouette (Paris), Fantoche (Suíça), Anifilm (República Checa), HAFF (Holanda) e Animafest (Croácia).

As sessões do Animage acontecem no Centro de Artes, Humanidades e Literatura da UFRB (Cachoeira), dia 30, às 18h; e no Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha, dia 1º de novembro, às 18h20. Os sete curtas serão exibidos em sequência. Diretora de “Dia Estrelado”, que está na Competitiva de Curtas do VIII Panorama, Nara Normande celebra a parceria entre os dois eventos: “essa iniciativa é muito importante, pois normalmente esses filmes circulam pouco no Brasil, ainda temos poucos festivais direcionados, principalmente que trazem produções internacionais”.

Também em destaque está o brasileiro “Linear”, de Amir Admoni, eleito o melhor curta brasileiro do Animage e do AnimaMundi (onde também venceu o Prêmio Carlos Saldanha), maior festival de animação do país. O curta gira em torno da ideia de que “a linha é um ponto que saiu caminhando”, apresentando um protagonista minúsculo e as dificuldades de viver tendo dois centímetros.

Produzido na Estônia, “Villa Antropoff”, de Kaspar Jancis e Vladimir Leschiov, foi premiado por melhor roteiro no Animage e é um dos finalistas do European Film Awards. O filme mostra um homem que embarca em uma jornada perigosa em busca do seu sonho, mas descobre que seu destino não é o que parece. A produção canadense “Le grand ailleurs et le petit ici”, escolhida como melhor curta do Animage também foi premiada no Animator Festival (Polônia) e  mostra um personagem em um devaneio que envolve a evolução da vida e as partículas atômicas.

A mostra apresenta ainda “Una furtiva lagrima”, de Carlos Vogele – premiado no Festival Annecy (França), no Animanima (Sérvia), e no Anima Syros (Grécia) -, animação protagonizada por um peixe que canta a própria morte, desde a sua venda no mercado até a frigideira. Completando a seleção de curtas do Animage, o Panorama traz o inglês “The banker”, de Phil Mulloy; e o sul-coreano “Nak-ta-deul”, de Park Jee-youn.

Patrocinada pela Petrobras, a 8ª edição do Panorama conta com apoio da Secretaria de Cultura, por meio do Fundo de Cultura da Bahia; do Irdeb; da Diretoria de Audiovisual da Funceb (Dimas); do Centro de Artes Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB) e do Cineclube Mário Gusmão (CAHL/UFRB).

Os ingressos custam R$ 6,00 / R$ 3,00 e algumas sessões terão entrada gratuita. A programação completa está disponível no sitewww.coisadecinema.com.br/VIII_programacao.

Comentários