Últimas

O Encontro, promovido pela Escola Brasileira de Psicanálise / Associação Mundial de Psicanálise acontece em Salvador, Bahia, Brasil nos dias 23 e 24 de novembro no Hotel Pestana



Vive-se em uma época que se caracteriza por uma busca desenfreada por satisfação, consequência, dentre outros fatores, do acesso fácil a objetos que dão a sensação ilusória “de vitória" e felicidade, metaforizados pela expressão: "bem sucedido". São os computadores e celulares de última geração, as drogas, não excluindo deste campo o álcool e o cigarro, a moda, etc. A lista é longa, pois não se trata apenas de enumerar objetos, mas de salientar o modo como o homem contemporâneo se relaciona com eles: de modo compulsivo, através da busca de uma satisfação excessiva, ilimitada.
No campo da psicanálise, o feminino é um conceito que se afasta do gênero para se aproximar desta busca desenfreada, ilimitada pela satisfação. Neste sentido, trata-se menos de uma oposição entre sexos, masculino e feminino, e mais de uma posição em relação à cota de satisfação, à cota de gozo.
O XIX Encontro Mulheres de Hoje: Figuras do Feminino no Discurso Analítico pretende, através de figuras das mulheres da atualidade, por vezes representadas por homens, discutir temas tais como (confira a programaçãodo evento):
·         parceria amorosa na contemporaneidade, apontando que, embora as mulheres já não mais lutem pela igualdade entre os sexos, pois já a alcançaram e se sintam, como decorrência, mais poderosas, não são mais felizes hoje que outrora;
·         declínio do viril através da intersecção entre papéis de gênero e cota de satisfação;
·         bisexual chic, como forma de inserção sociocultural;
·         atendimento psicanalítico para portadores do autismo.
“A psicanálise trata precisamente de reconhecer que o feminismo é um movimento político que visa a igualdade de direitos e atribuições, mas que é fundado a partir da política que, dentro dos princípios da Declaração de Direitos do Homem, visa a igualdade. Para ser igual, contudo, é preciso abrir mão da singularidade que nos faz diferentes e sempre originais. Ou seja, a psicanálise se ocupa dos restos inassimiláveis ao coletivo que são inerentes ao que cada um tem de particular,  quer se trate de homem, mulher, queer, gay ou qualquer outra atribuição que vise colocar  essa singularidade em uma gaveta coletiva”, explica o Diretor do XIX Encontro Brasileiro do Campo Freudiano, o psicanalista Marcelo Veras.
“Discutiremos mais o que une os sexos do que o que os divide. Perguntaremos quantos sexos existem na atualidade já que no censo não dispomos mais só de masculino e feminino, a queda da virilidade, a feminização do mundo, e, para finalizar, o mal-entendido entre os sexos”, afirma Tânia Abreu, psicanalista de orientação lacaniana e membro da coordenação de comunicação do Encontro.
As inscrições para o Encontro Mulheres de Hoje podem ser feitas pelo site do evento ou pelo telefone   (71) 3235-9020 ou   (71) 3247-8141

Comentários