Últimas

Um beijo gay seria um choque para algumas pessoas diz ator Daniel Rocha de Avenida Brasil



Daniel Rocha, o Roni de “Avenida Brasil”, já declarou que, se dependesse dele, o personagem terminaria a trama com Leandro. Para ele, esse final seria mais enriquecedor e desafiante para sua carreira como ator.

Mas, como quem decide os caminhos do jogador do Divino é o autor João Emanuel Carneiro, Rocha apenas fica na expectativa e garante o mistério em torno da sexualidade do personagem. Em entrevista ao jornal Extra, o ator contou que a dúvida sobre a orientação sexual de Roni gera diversas cantadas, tanto de mulheres como de homens.

“Sempre tem a mesma piada: ‘Se Suelen não der um jeito, eu dou’ (risos)”, diz Daniel. Já do lado dos meninos, ele afirma que recebe alguns xavecos, mas todos “bem educados”.

Quando o assunto é beijo gay, o ator impõe sua opinião. “O beijo gay é algo que envolve uma questão social e cultural muito grande. Acredito que, se ocorresse de fato, seria um choque para algumas pessoas", afirma.

Questionado se pensou em desistir de viver um personagem homossexual por sua religião, a evangélica, o ator declarou que nem por um momento isso passou por sua cabeça. “Nunca. Eu sempre serei um artista”, disse.

Em “Avenida Brasil”, o romance de Roni e Suelen ficará conturbado com a chegada de Leandro, que foi convidado pelo jogador a ir morar com o casal.

Enquanto aguarda os próximos capítulos, Daniel Rocha curte a fama e não dispensa o lado social. No último domingo (20), o ator esteve em Salvador (BA) participando de uma partida de futebol beneficente, no estádio de Pituaçu.Com informações do Site Acapa 

Comentários