Últimas

Programação do Festival Varilux de Cinema Francês 2012



17 de agosto – Saladearte Cinema  do Museu
14h30 - O barco da esperança (La Pirogue)
Direção: Moussa Touré
Com: Laïty Fall, Souleymane Seye Ndiaye
Um vilarejo de pescadores na grande periferia de Dacar, de onde partem inúmeras pirogas. depois de travessias, muitas vezes mortais, eles chegam às ilhas canárias em território espanhol. Baye laye é capitão de uma piroga de pesca, ele conhece o mar. ele não quer partir, mas não tem escolha. será obrigado a levar 30 homens para a Espanha. Muitos não conseguem se entender, alguns nunca viram o mar e nenhum deles sabe o que os aguarda.
Distribuição: Bonfilm
2012 - Drama - 1h27
CURIOSIDADES
Filme selecionado para a mostra "Un certain regard" - cannes 2012
16h15 – Polissia (Polisse)
Direção: Maïwenn
Com: Joey Starr, Karin Viard
O cotidiano de policiais que trabalham na Brigada de Proteção a Menores e devem conciliar a difícil realidade que confrontam no seu dia-a-dia com suas vidas privadas.
Não recomendado para menores de 14 anos.
Distribuição: Mares Filmes
2011 - Drama - 2h07
18h45 - E agora, onde vamos? (Et maintenant, on va où ?)
A grafia do título faz referência a um erro ortográfico, associado a escrita infantil, que, na verdade, foi feita pelo filho da diretora.
Direção: Nadine Labaki
Com: Layla Hakim, Nadine Labaki
No caminho que leva ao cemitério do vilarejo, uma procissão de mulheres de preto que enfrentam o calor do sol, apertando contra elas fotos de seus esposos, seus pais ou seus filhos. Algumas usam véu, outras uma cruz, mas todas compartilham o mesmo luto, consequência de uma guerra funesta e inútil. Num país castigado pela guerra, essas mulheres de todas as religiões, unidas por uma amizade inalterável, estão prontas para qualquer estratagema para proteger suas famílias. Mas quando os eventos tomam um caminho trágico, até onde estarão dispostas a ir para evitar perder quem lhes resta?
Distribuição no Brasil: Vinny Filmes
2011 – Comédia dramática – 1h50
CURIOSIDADES
O Festival Varilux desse ano vai contar com a presença de Khaled Mouzamar compositor do filme E agora, aonde vamos? e marido Nadine Labaki, diretora e atriz desse mesmo longa, que aliás, foi selecionado parta a mostra "Um Certo Olhar" do Festival de Cannes.
20h50 - Adeus Berthe ou o enterro da vovó (Adieu Berthe ou l'enterrement de Mémé)
Direção: Bruno Podalydès
Com: Denis Podalydès, Isabelle Candelier, Valérie Lemercier
Vovó morreu. Berthe não existe mais. Armand tinha esquecido "um pouco" a sua avó... Farmacêutico, ele trabalha com a esposa, Hélène, em Chatou. Numa gaveta de remédios, Armand esconde acessórios de magia, pois ele prepara, em segredo, uma mágica para o aniversário da filha... da sua amante Alix. E a vovó nisso tudo? Será enterrada ou cremada? Quem era Berthe?
Distribuição no Brasil: Mares Filmes
2012 – Comédia – 1h40
CURIOSIDADES
Isabelle Candelier acaba de confirmar sua presença no Festival desse ano. Ela atua na comédia Adeus Berthe ou O Enterro da vovó junto a Valérie Lemercier.
"O filme todo é de uma transparência e generosidade total e abaladora em relação aos personagens. (...) Lágrimas de riso e de tristeza sobem alternadamente aos olhos. Os diálogos oscilam entre palavras agradavelmente loucas, reinventadas (...) e outras incrivelmente bem colocadas, suaves e dolorosas, francas e justas." Amélie Dubois, Les Inrockuptibles
Dia 18 de agosto – Saladearte Cinema do Museu
13h - Titeuf (Titeuf)
Direção: Philippe Chappuis
Com: Donald Reignoux, Jean Rochefort, Maria Pacôme

É uma catástrofe! Nadia festeja seu aniversário e Titeuf não foi convidado! Por quê? Como ela pôde esquecê-lo se ele apura tanto sua atitude sedutora toda vez que a encontra? Mas uma tragédia ainda maior vai fazer a vida de Titeuf mudar e torná-la um caos, porque os adultos são definitivamente, mais uma vez, inúteis... Titeuf, como sempre, vai tentar entender o que está acontecendo com ele e multiplicar estratagemas desastrosos para consertar a sua vida... sem perder de vista o seu objetivo: ser convidado ao aniversário da Nadia!
Distribuição: Vinny Filmes
2011 – Animação – 1h27
CURIOSIDADES
Engraçado e comovente, alternando piadas infantis, o cômico de situação e o humor mais sutil, Zep consegue dar um golpe de mestre. Alain Spira, Paris-Match

14h40 - A Filha do Pai (La fille du puisatier)
Direção: Daniel Auteuil
Com: Astrid Berges-Frisbey, Daniel Auteuil, Nicolas Duvauchelle
1939, Patricia, a filha do poceiro Pascal Amoretti engravida de Jacques Mazel, jovem aviador, rapaz de boa família. Esse último é mobilizado e seus pais se recusam a reconhecer a criança. Amoretti expulsa a filha de casa. Pouco depois, Jacques Mazel desaparece, pois seu avião sofre um acidente atrás das linhas alemães. Após o armistício, os Mazel tentam se reconciliar com Amoretti, com muita dificuldade, na esperança de recuperar um pouco do filho na criança que rejeitaram de forma tão desprezível.
Esse filme é inspirado no livro de Marcel Pagnol, que já tinha adaptado seu próprio romance para o cinema em 1940, em plena guerra. O livro e o filme fazem parte dos grandes clássicos populares franceses.
Distribuição no Brasil: Vinny Filmes
2011 – Drama – 1h47
CURIOSIDADES
Astrid Berges Frisbey estará no Brasil durante o Festival promovendo seu filme, A Filha do Pai.
Daniel Auteuil se mostra digno do grande Marcel e de Claude Berri. Seu filme, magnífico em humanidade, faz com que ele realize um dos seus papéis mais bonitos. Alain Spira – Paris Match


16h40 - A vida vai melhorar (Une vie meilleure)
Direção: Cédric Kahn
Com: Guillaume Canet, Leïla Bekhti
Yann, um cozinheiro, e Nadia, garçonete e mãe de um garoto de 9 anos, decidem arriscar tudo na compra de um restaurante. Com talento, energia, amor e sonhos em abundância, mas sem dinheiro, veem-se enredados numa selva de financiamentos e empréstimos bancários que rapidamente os oprime. Para socorrê-los, Nadia aceita um emprego no Canadá, enquanto que Yann fica para trás com o garoto. Mas de repente, Nadia some.
Distribuição: Bonfilm
 2012 – Drama – 1h50
CURIOSIDADES
Estamos felizes em ver Cédric Kahn no que faz melhor, um cinema ávido, vivo, fosco, com os pés na realidade e a cabeça na ficção, fazendo dele um possível herdeiro de Maurice Pialat. Serge Kaganski – Les Inrockuptibles

18h45 – Um evento feliz (Un heureux événement)
Direção: Rémi Bezançon
Com: Josiane Balasko, Louise Bourgoin, Pio Marmai
"Ela me estimulou, me fez ultrapassar meus limites, me confrontou ao absoluto: do amor, do sacrifício, da ternura, do abandono. Ela me deslocou, me transformou.  Por que ninguém me disse nada? Por que não se fala nisso ?" Un heureux événement, é a visão íntima de uma maternidade, sincera e sem tabus.
Distribuição no Brasil : California filmes
2011 – Comédia dramática – 1h50
CURIOSIDADES
Um filme feel-good, doce-amargo, cheio de cenas mordazes que não vão deixar de comover o espectador. Pierre Delorme – Filmsactu
20h50 – Os Intocáveis (Intouchables)
Direção: Eric Toledano, Olivier Nakache
Com: François Cluzet, Omar Sy
Após um acidente de paraquedas, Philippe, um rico aristocrata, contrata Driss, jovem recém-saído da prisão, para ser seu acompanhante. Mas Driss é a pessoa menos apropriada para o trabalho. Juntos, eles irão misturar Vivaldi e a banda Earth, Wind and Fire, dicção elegante e jazz de rua, ternos e calças de moletom... Dois mundos vão colidir e chegar a um acordo para que nasça uma amizade tão louca, cômica e forte quanto inesperada, uma relação única que irá criar faíscas e torná-los… Intocáveis.
Distribuição: Califórnia Filmes
2011 - Comédia - 1h52
CURIOSIDADES
Fenômeno absoluto de bilheteria na França em 2011, o filme será exibido na abertura do Festival Varilux de Cinema Francês 2012
"Intocáveis" é uma comédia que concilia o inconciliável, o rico e o pobre, o inválido e o robusto, o plácido e o agitado, o esteta e o profano. É um recital de boas palavras (...), um dilúvio de impertinências (...), um festival de sucessos (...). Christophe Narbonne – Première
19 de agosto – Saladearte Cinema do Museu
13h - Titeuf (Titeuf)
Direção: Philippe Chappuis
Com: Donald Reignoux, Jean Rochefort, Maria Pacôme
É uma catástrofe! Nadia festeja seu aniversário e Titeuf não foi convidado! Por quê? Como ela pôde esquecê-lo se ele apura tanto sua atitude sedutora toda vez que a encontra? Mas uma tragédia ainda maior vai fazer a vida de Titeuf mudar e torná-la um caos, porque os adultos são definitivamente, mais uma vez, inúteis... Titeuf, como sempre, vai tentar entender o que está acontecendo com ele e multiplicar estratagemas desastrosos para consertar a sua vida... sem perder de vista o seu objetivo: ser convidado ao aniversário da Nadia!
Distribuição: Vinny Filmes
2011 – Animação – 1h27
CURIOSIDADES
Engraçado e comovente, alternando piadas infantis, o cômico de situação e o humor mais sutil, Zep consegue dar um golpe de mestre. Alain Spira, Paris-Match


14h40 – Paris – Manhattan (Paris-Manhanttan)
Direção: Sophie Lellouche
Com: Alice Taglioni, Patrick Bruel, Woody Allen
Alice é jovem, bonita e entusiasmada com seu trabalho de farmacêutica. Único problema, ainda é solteira. Preferindo se refugiar em sua paixão por Woody Allen, ela resiste com dificuldade à pressão da família, que só pensa em casá-la. Contudo, seu encontro com Victor pode mudar as coisas.
Distribuição no Brasil: Mares Filmes
2012 - Comédia - 1h17
CURIOSIDADES
16h15 – Aqui embaixo (Ici bas)
Direção: Jean-Pierre Denis
Com: Céline Sallette, Eric Caravaca, François Loriquet
No fim de 1943 durante a ocupação, Irmã Luce, religiosa de devoção e dedicação exemplares, é enfermeira no hospital de Périgueux. O encontro com um capelão, Martial, resistente cuja fé é profundamente abalada, perturba sua existência. Do amor do Cristo ao de um homem, Irmã Luce vive uma paixão pela qual termina abandonando o convento e suas irmãs. Mas ela logo se choca ao muro da realidade e de suas paixões. Traída, Irmã Luce se sente abandonada pelos homens e por Deus...
Distribuição: Bonfilm
2012 - Drama histórico – 1h40
CURIOSIDADES
O diretor Jean-Pierre Denis é um dos convidados especiais para o festival desse ano.
Céline Sallette conduz seu personagem de forma admirável, entre graça e desgraça. E Jean-Pierre Denis põe, com humildade, toda sua sensibilidade de cineasta a serviço dessa composição. Frédéric Strauss - Télérama
 Jean-Pierre Denis, toma partido da sobriedade e da interioridade, saindo-se dignamente. (...) com seus incríveis intérpretes, ele desce à verdade mais profunda e ao mistério desses personagens (...). Jacques Mandelbaum – Le Monde



18h10 - My Way, o mito além da música (Cloclo)
Direção: Florent-Emilio Siri
Com: Benoît Magimel, Jérémie Renier
A fascinante e verdadeira história de Claude François, um ícone da música popular francesa, que teve uma visão de marketing para a autopromoção muito à frente de seu tempo. Um artista multifacetado, mas também mulherengo e extremamente vaidoso, Cloclo, como era conhecido, é o autor da canção “Comme D'habitude”, cuja versão em inglês, a clássica “My Way”, foi imortalizada na voz de Frank Sinatra.
Distribuição: Pandora Filmes
2012 - Drama - 2h28
CURIOSIDADES
O ator Jérémie Renier, que nunca tinha cantado ou dançado em sua vida, treinou durante cinco meses com diversos profissionais, a fim de melhor interpretar Claude François. O ator teve treinos para a voz, para o canto, para os conhecimentos musicais, para a dança e mesmo para os aspectos físicos, garantindo sua semelhança com o artista.
21h - E agora, onde vamos? (Et maintenant, on va où ?)
A grafia do título faz referência a um erro ortográfico, associado a escrita infantil, que, na verdade, foi feita pelo filho da diretora.
Direção: Nadine Labaki
Com: Layla Hakim, Nadine Labaki
No caminho que leva ao cemitério do vilarejo, uma procissão de mulheres de preto que enfrentam o calor do sol, apertando contra elas fotos de seus esposos, seus pais ou seus filhos. Algumas usam véu, outras uma cruz, mas todas compartilham o mesmo luto, consequência de uma guerra funesta e inútil. Num país castigado pela guerra, essas mulheres de todas as religiões, unidas por uma amizade inalterável, estão prontas para qualquer estratagema para proteger suas famílias. Mas quando os eventos tomam um caminho trágico, até onde estarão dispostas a ir para evitar perder quem lhes resta?
Distribuição no Brasil: Vinny Filmes
2011 – Comédia dramática – 1h50
CURIOSIDADES
O Festival Varilux desse ano vai contar com a presença de Khaled Mouzamar compositor do filme E agora, aonde vamos? e marido Nadine Labaki, diretora e atriz desse mesmo longa, que aliás, foi selecionado parta a mostra "Um Certo Olhar" do Festival de Cannes.

Dia 20 de agosto – Saladearte Cinema do Museu
14h40 – O Monge(Le moine)
Direção: Dominik Moll
Com: Déborah François, Vincent Cassel
O irmão Ambrósio é um pregador admirável, de um fervor e de uma intransigência a toda prova, que conduz espiritualmente um convento espanhol de monges capuchinhos em meados do século XVII. Abandonado ao nascer às portas desse mesmo convento, educado pelos monges e dotado de um carisma que chama multidões, Ambrósio pensa estar a salvo das tentações. Mas a chegada ao convento de um noviço misterioso vai semear a dúvida e conduzi­-lo a um destino trágico.
Distribuição: California Filmes
2011 - Suspense - 1h41
CURIOSIDADES
Vincent Cassel é alucinante no papel de um Ambrósio Bressoniano, cujo carisma e impetuosidade ficam como que esmagados no chão pela fria cólera luterana de Dominik Moll, que o guia, lívido e desvairado, em direção ao abismo.” Didier Péron – Libération
18h25 - O barco da esperança (La Pirogue)
Direção: Moussa Touré
Com: Laïty Fall, Souleymane Seye Ndiaye
Um vilarejo de pescadores na grande periferia de Dacar, de onde partem inúmeras pirogas. depois de travessias, muitas vezes mortais, eles chegam às ilhas canárias em território espanhol. Baye laye é capitão de uma piroga de pesca, ele conhece o mar. ele não quer partir, mas não tem escolha. será obrigado a levar 30 homens para a Espanha. Muitos não conseguem se entender, alguns nunca viram o mar e nenhum deles sabe o que os aguarda.
Distribuição: Bonfilm
2012 - Drama - 1h27
CURIOSIDADES
Filme selecionado para a mostra "Un certain regard" - Cannes 2012
20h10 – Uma Garrafa no Mar de Gaza (Une bouteille à la mer)
Direção: Thierry Binisti
Com: Agathe Bonitzer, Mahmud Shalaby
Tal é uma jovem francesa de 17 anos que mora em Jerusalém com sua família. Após a explosão de um camicase num café do seu bairro, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, onde exprime suas interrogações e sua recusa em admitir que só o ódio possa reinar entre os dois povos. Ela coloca a carta numa garrafa e entrega a seu irmão para que jogue no mar, perto de Gaza, onde ele faz seu serviço militar. Algumas semanas depois, Tal recebe uma resposta de um misterioso “Gazaman”.
Distribuição no Brasil : Esfera Filmes
2011 – Drama - 1h39
CURIOSIDADES
Com delicadeza, "Uma Garrafa no Mar de Gaza" não cai no angelismo nem no maniqueísmo e tem o mérito de procurar o que aproxima sem ocultar o que afasta. Jean-Pierre Lacomme, Le Journal du Dimanche

21 de agosto – Saladearte Cinema do Museu
14h30 – Americano
Direção: Mathieu Demy
Com: Mathieu Demy, Salma Hayek
(Americano)
Após o comunicado da morte da mãe, Martin precisa viajar para os Estados Unidos, onde nasceu, para resolver as questões do enterro e também da herança deixada por ela. É quando ele descobre que sua ausência abriu espaço para que Lola, uma dançarina de boate, entrasse na vida da sua própria mãe.
Distribuição: Califórnia Filmes
2012 - Drama/Aventura - 1h35
CURIOSIDADES
Há coragem e elegância suficientes em « Americano » para pensar que esse sonho não é em vão. Jacques Mandelbaum - Le Monde
16h20 – Paris – Manhattan (Paris-Manhanttan)
Direção: Sophie Lellouche
Com: Alice Taglioni, Patrick Bruel, Woody Allen
Alice é jovem, bonita e entusiasmada com seu trabalho de farmacêutica. Único problema, ainda é solteira. Preferindo se refugiar em sua paixão por Woody Allen, ela resiste com dificuldade à pressão da família, que só pensa em casá-la. Contudo, seu encontro com Victor pode mudar as coisas.
Distribuição no Brasil: Mares Filmes
2012 - Comédia - 1h17
18h – A Arte de Amar (L'art d'aimer)
Direção: Emmanuel Mouret
Com: Ariane Ascaride, François Cluzet, Julie Depardieu
No exato momento em que nos apaixonamos, produz-se em nós uma música peculiar. Ela é diferente para cada um e pode surgir em momentos inusitados... Cinco histórias sobre a arte de amar, cujos personagens se cruzam ao acaso.
Distribuição no Brasil : Mares Filmes
2011 – Comédia – 1h25  
CURIOSIDADES
Entre vaudevile e estudo de hábitos, palavras certas e fragmentos de verdades, Woody Allen e Marivaux, Emmanuel Mouret responde a essas questões sob a forma de um delicioso patchwork de intrigas e de personagens, cujo elenco brilhante proporciona consistência, malícia e modernidade.
Bernard Achour – TeleCineObs
19h40 - My Way, o mito além da música (Cloclo)
Direção: Florent-Emilio Siri
Com: Benoît Magimel, Jérémie Renier
A fascinante e verdadeira história de Claude François, um ícone da música popular francesa, que teve uma visão de marketing para a autopromoção muito à frente de seu tempo. Um artista multifacetado, mas também mulherengo e extremamente vaidoso, Cloclo, como era conhecido, é o autor da canção “Comme D'habitude”, cuja versão em inglês, a clássica “My Way”, foi imortalizada na voz de Frank Sinatra.
Distribuição: Pandora Filmes
2012 - Drama - 2h28
CURIOSIDADES
O ator Jérémie Renier, que nunca tinha cantado ou dançado em sua vida, treinou durante cinco meses com diversos profissionais, a fim de melhor interpretar Claude François. O ator teve treinos para a voz, para o canto, para os conhecimentos musicais, para a dança e mesmo para os aspectos físicos, garantindo sua semelhança com o artista.
22 de agosto – Saladearte Cinema do Museu
14h30 – O monge (Le moine)
Direção: Dominik Moll
Com: Déborah François, Vincent Cassel
O irmão Ambrósio é um pregador admirável, de um fervor e de uma intransigência a toda prova, que conduz espiritualmente um convento espanhol de monges capuchinhos em meados do século XVII. Abandonado ao nascer às portas desse mesmo convento, educado pelos monges e dotado de um carisma que chama multidões, Ambrósio pensa estar a salvo das tentações. Mas a chegada ao convento de um noviço misterioso vai semear a dúvida e conduzi­-lo a um destino trágico.
Distribuição: California Filmes
2011 - Suspense - 1h41
CURIOSIDADES
Vincent Cassel é alucinante no papel de um Ambrósio Bressoniano, cujo carisma e impetuosidade ficam como que esmagados no chão pela fria cólera luterana de Dominik Moll, que o guia, lívido e desvairado, em direção ao abismo.” Didier Péron – Libération
16h25 - Adeus Berthe ou o enterro da vovó (Adieu Berthe ou l'enterrement de Mémé)
Direção: Bruno Podalydès
Com: Denis Podalydès, Isabelle Candelier, Valérie Lemercier
Vovó morreu. Berthe não existe mais. Armand tinha esquecido "um pouco" a sua avó... Farmacêutico, ele trabalha com a esposa, Hélène, em Chatou. Numa gaveta de remédios, Armand esconde acessórios de magia, pois ele prepara, em segredo, uma mágica para o aniversário da filha... da sua amante Alix. E a vovó nisso tudo? Será enterrada ou cremada? Quem era Berthe?
Distribuição no Brasil: Mares Filmes
2012 – Comédia – 1h40
CURIOSIDADES
Isabelle Candelier acaba de confirmar sua presença no Festival desse ano. Ela atua na comédia Adeus Berthe ou O Enterro da vovó junto a Valérie Lemercier.
"O filme todo é de uma transparência e generosidade total e abaladora em relação aos personagens. (...) Lágrimas de riso e de tristeza sobem alternadamente aos olhos. Os diálogos oscilam entre palavras agradavelmente loucas, reinventadas (...) e outras incrivelmente bem colocadas, suaves e dolorosas, francas e justas." Amélie Dubois, Les Inrockuptibles
18h20 - A Filha do Pai (La fille du puisatier)
Direção: Daniel Auteuil
Com: Astrid Berges-Frisbey, Daniel Auteuil, Nicolas Duvauchelle
1939, Patricia, a filha do poceiro Pascal Amoretti engravida de Jacques Mazel, jovem aviador, rapaz de boa família. Esse último é mobilizado e seus pais se recusam a reconhecer a criança. Amoretti expulsa a filha de casa. Pouco depois, Jacques Mazel desaparece, pois seu avião sofre um acidente atrás das linhas alemães. Após o armistício, os Mazel tentam se reconciliar com Amoretti, com muita dificuldade, na esperança de recuperar um pouco do filho na criança que rejeitaram de forma tão desprezível.
Esse filme é inspirado no livro de Marcel Pagnol, que já tinha adaptado seu próprio romance para o cinema em 1940, em plena guerra. O livro e o filme fazem parte dos grandes clássicos populares franceses.
Distribuição no Brasil: Vinny Filmes
2011 – Drama – 1h47
CURIOSIDADES
Astrid Berges Frisbey estará no Brasil durante o Festival promovendo seu filme, A Filha do Pai.
Daniel Auteuil se mostra digno do grande Marcel e de Claude Berri. Seu filme, magnífico em humanidade, faz com que ele realize um dos seus papéis mais bonitos. Alain Spira – Paris Match
20h20 – Polissia (Polisse)
Direção: Maïwenn
Com: Joey Starr, Karin Viard
O cotidiano de policiais que trabalham na Brigada de Proteção a Menores e devem conciliar a difícil realidade que confrontam no seu dia-a-dia com suas vidas privadas.
Não recomendado para menores de 14 anos.
Distribuição: Mares Filmes
2011 - Drama - 2h07
23 de agosto – Saladearte Cinema do Museu
14h30 – A Vida vai melhorar (Une vie meilleure)
Direção: Cédric Kahn
Com: Guillaume Canet, Leïla Bekhti
Yann, um cozinheiro, e Nadia, garçonete e mãe de um garoto de 9 anos, decidem arriscar tudo na compra de um restaurante. Com talento, energia, amor e sonhos em abundância, mas sem dinheiro, veem-se enredados numa selva de financiamentos e empréstimos bancários que rapidamente os oprime. Para socorrê-los, Nadia aceita um emprego no Canadá, enquanto que Yann fica para trás com o garoto. Mas de repente, Nadia some.
Distribuição: Bonfilm
 2012 – Drama – 1h50
CURIOSIDADES
Estamos felizes em ver Cédric Kahn no que faz melhor, um cinema ávido, vivo, fosco, com os pés na realidade e a cabeça na ficção, fazendo dele um possível herdeiro de Maurice Pialat. Serge Kaganski – Les Inrockuptibles
16h35 – Uma Garrafa no Mar de Gaza (Une bouteille à la mer)
Direção: Thierry Binisti
Com: Agathe Bonitzer, Mahmud Shalaby
Tal é uma jovem francesa de 17 anos que mora em Jerusalém com sua família. Após a explosão de um camicase num café do seu bairro, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, onde exprime suas interrogações e sua recusa em admitir que só o ódio possa reinar entre os dois povos. Ela coloca a carta numa garrafa e entrega a seu irmão para que jogue no mar, perto de Gaza, onde ele faz seu serviço militar. Algumas semanas depois, Tal recebe uma resposta de um misterioso “Gazaman”.
Distribuição no Brasil : Esfera Filmes
2011 – Drama - 1h39
CURIOSIDADES
Com delicadeza, "Uma Garrafa no Mar de Gaza" não cai no angelismo nem no maniqueísmo e tem o mérito de procurar o que aproxima sem ocultar o que afasta. Jean-Pierre Lacomme, Le Journal du Dimanche
18h30 – Aliyah (Aliyah)
Direção: Élie Wajeman
Com: Adèle Haenel, Cédric Kahn, Pio Marmai
Alex, aos 27 anos de idade, tem a impressão de que não fez nada em sua vida. Está sempre à sombra de seu irmão Isaac, que ganha a vida vendendo maconha. Alex vê uma válvula de escape quando seu primo diz que vai abrir um restaurante em Israel. Determinado, ele começa a juntar dinheiro para acompanhar o parente no novo empreendimento. Mas para embarcar nessa nova vida ele terá que deixar tudo para trás e encontrar seu próprio caminho.
Distribuição: Bonfilm
2012 - Drama - 1h30
CURIOSIDADES
Filme indicado para a Câmera de Ouro, Cannes 2012
20h15 - Os Intocáveis (Intouchables)
Direção: Eric Toledano, Olivier Nakache
Com: François Cluzet, Omar Sy
Após um acidente de paraquedas, Philippe, um rico aristocrata, contrata Driss, jovem recém-saído da prisão, para ser seu acompanhante. Mas Driss é a pessoa menos apropriada para o trabalho. Juntos, eles irão misturar Vivaldi e a banda Earth, Wind and Fire, dicção elegante e jazz de rua, ternos e calças de moletom... Dois mundos vão colidir e chegar a um acordo para que nasça uma amizade tão louca, cômica e forte quanto inesperada, uma relação única que irá criar faíscas e torná-los… Intocáveis.
Distribuição: Califórnia Filmes
2011 - Comédia - 1h52
CURIOSIDADES
Fenômeno absoluto de bilheteria na França em 2011, o filme será exibido na abertura do Festival Varilux de Cinema Francês 2012
"Intocáveis" é uma comédia que concilia o inconciliável, o rico e o pobre, o inválido e o robusto, o plácido e o agitado, o esteta e o profano. É um recital de boas palavras (...), um dilúvio de impertinências (...), um festival de sucessos (...). Christophe Narbonne – Première

Comentários