Últimas

Nova turma de trabalhadores do Horto Bela Vista começa aulas de alfabetização hoje



A partir de hoje, 09 de julho, uma nova turma de operários das obras do Horto Bela Vista terá a oportunidade de aprender a ler e a escrever. A JHSF, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), desde abril de 2011, oferece cursos de alfabetização e ensino fundamental aos seus colaboradores, com o objetivo de elevar o nível escolar dos operários. Hoje, o projeto está com um total de três turmas formadas e a quarta turma iniciará as aulas nesta segunda-feira, 09 de julho, com 25 alunos em sala.
“Procuramos sempre investir na capacitação dos nossos funcionários e estimulá-los profissionalmente, o que proporciona a satisfação da equipe e uma melhoria na qualidade dos serviços prestados, além de um aprendizado para a vida”, revela o diretor de Incorporação da JHSF, Luciano Amaral. Por se tratarem de trabalhadores adultos, a empresa se preocupa também com a metodologia de ensino aplicada, buscando motivar e atender às necessidades dos seus alunos com um conteúdo programático fundamentado a partir das visões de mundo e realidade de seus profissionais.
Luciano Amaral revela mais uma novidade que vai beneficiar a turma de alunos a partir desta semana. “A JHSF acaba de firmar uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e todos os empregados matriculados no projeto de educação também irão fazer o curso profissionalizante de pedreiro com aulas teóricas e práticas”, conta o diretor.
As aulas acontecem em uma torre do Horto Bela Vista e todo material didático, lanche e transporte são disponibilizados pela empresa. Ao final do período letivo, os participantes ganham um certificado de conclusão dos cursos reconhecido pela Lei de Diretrizes de Base (LDB), que vale para os funcionários se matricularem em qualquer outra escola nas séries subsequentes.
Aulas de inclusão digital
Como parte do programa educacional, a JHSF oferece ainda um projeto de inclusão digital aos alunos, também em parceria com o SESI. Durante 15 dias, em meio ao curso didático, as aulas em sala são transferidas para uma unidade móvel, onde os profissionais são beneficiados com um curso intensivo de informática. Com duração total de 20 horas, o curso oferece noções básicas de informática que serão úteis ao trabalhador como: escrever cartas, elaborar currículo, acessar e usar a internet, dentre outros assuntos.

Responsabilidade socioambiental
A JHSF busca compreender e atender às necessidades não só dos seus trabalhadores, mas também das comunidades do entorno do Horto Bela Vista, que são impactadas pela implantação do empreendimento. Para isso, criou o Plano de Comunicação Social, um canal permanente de articulação e confiança com os moradores dos bairros vizinhos, que dialoga diretamente com estas comunidades, garantindo a boa convivência do empreendimento com a vizinhança. Na prática, esse plano atua como um canal de escuta de reivindicações, críticas e sugestões, procurando resolver questões tanto relacionadas com a construção do empreendimento quanto com as interferências urbanas direta ou indiretamente provocadas por ele.
Como é de praxe nos empreendimentos que desenvolve, a JHSF concebeu o Horto Bela Vista de acordo com as melhores práticas de responsabilidade socioambiental corporativa, tais como coleta seletiva de lixo e reuso de águas pluviais. A empresa está promovendo ainda a identificação de programas sociais para serem implantados no entorno do projeto, como cursos de capacitação profissional e parcerias com entidades locais que promovem atividades de cultura e lazer para moradores. Na construção do empreendimento, a JHSF calcula que no total sejam gerados aproximadamente cinco mil empregos, entre diretos, indiretos e efeito renda.

Sobre a JHSF e Horto Bela Vista
Em seus 38 anos, a JHSF consolidou-se como líder em vários dos segmentos onde atua: incorporação de edifícios residenciais e comerciais, administração e comercialização de propriedades, desenvolvimento de shopping centers e no nicho de hotéis de luxo, com a marca Hotéis Fasano.
Em 2008, chegou à Bahia trazendo um empreendimento que revolucionou o mercado imobiliário de Salvador. Com um investimento de mais de R$ 1 bilhão, em um terreno de 340 mil m² cercado de área verde e jardins, está sendo desenvolvido o Horto Belo Vista, primeiro bairro planejado de Salvador e um dos mais valorizados da cidade. As obras do empreendimento deverão estar inteiramente concluídas em 2016. A primeira etapa será entregue este ano e inclui a construção de cinco torres residenciais e o Shopping Bela Vista, que será inaugurado no dia 12 de julho.
Previsto para ser executado em cinco fases, o projeto será composto, ao todo, por 19 torres residenciais, 03 torres comerciais, um hotel, centro de convenções e escola, além do Shopping Bela Vista.


Comentários