Últimas

Série TCA 2012 confira programação aqui



A Série TCA 2012 – Ano XVII traz mais uma vez à Sala principal do Teatro Castro Alves espetáculos inéditos de dança flamenca, jazz, teatro, música cubana e erudita. A programação inclui nomes como o do jovem americano Troy “Trombone Shorty” Andrews e sua big band, o espetáculo teatral “Abito” e o inusitado encontro entre o sax-tenor americano Joshua Redman e a Orkestra Rumpilezz.

Neste ano os valores dos ingressos na bilheteria variam de R$ 60,00 a R$ 100,00 (inteira), mas quem faz uma 'Assinatura da Série' pode adquirir pacotes de ingressos para diferentes espetáculos.

Confira a programação aqui

O americanos Troy "Trombone Shorty" vai abrir a série TCA 2012
Trombone Shorty and Orleans Avenue – O americano Troy “Trombone Shorty” Andrews, de 26 anos, é um dos mais virtuosos músicos de sua geração. Ainda adolescente, foi descoberto por Lenny Kravitz, que o convidou para entrar em turnê com a sua banda. O seu projeto solo “Trombone Shorty and Orleans Avenue”, nomeado ao Grammy em 2010 pelo disco de estreia “Backatown”, o credenciou a participar dos maiores festivais de música do mundo. O som de sua banda mistura o jazz tradicional de Nova Orleans com funk e soul, apimentado por levadas de rock e hip-hop.

- 30 de junho – Teatro

“Abito” – Direção: Roberto Bacci. Produção da Fondazione Pontedera Teatro, da Itália, a peça é inspirada no Livro do Desassossego de Fernando Pessoa (1888-1935). Trata-se de uma historia simples de um cidadão comum que, numa manhã, ao invés de ´vestir` a sua vida normal, sai da sua casa pela janela e se perde nas ruas da sua vida cotidiana, que ele não reconhece mais, e onde tão pouco o reconhecem.

“Lisboa” - A montagem também é uma homenagem ao poeta português Fernando Pessoa. São 11 atores-músicos que se movimentam em bicicletas circulando, caindo, dançando, e pedalando em “direção ao céu”. Com direção de Anna Stigsgaard, o espetáculo será apresentado em três pontos da cidade de Salvador, sendo um deles a Praça Campo Grande, em frente ao TCA. esta tambpem é uma produção da Fondazione Pontedera Teatro, da Itália.

- 18 de julho – Música cubana

Barbarito Torres - Duas vezes indicado ao Grammy e ganhador do Grammy com o Buena Vista Social Club em 1998, Barbarito Torres, “el rey de laúde”, é uma das poucas referências vivas da turnê histórica do grupo, que ganhou o mundo em 1998. O músico é um genuíno intérprete das tradições da música de Cuba, que produz um caldeirão de expressões e sonoridades como a habanera, o merengue, criolla, guaracha, guajira, rumba, salsa, mambo, bolero, o cha-cha-chá e o jazz latino. 

Cuba em 4 tempos – No espetáculo, que reúne quatro gerações da música cubana, os convidados especiais de Barbarito serão:
Ignácio Mazacote – estrela do grupo LA SONORA CUBANA
Conchita Torres – principal cantora de guajira
Rodolfo Argudín - "Peruchín" – inventor do estilo “piano en la timba”
Laritza Bacallao - cantora revelação com 24 anos

- 22 de agosto - Jazz


O sax-tenor Joshua Redman vai tocar com a Orquestra Rumpilezz

Joshua Redman e Orkestra Rumpilezz – Apontado pela crítica como o sax-tenor mais virtuoso de sua geração, comparado a John Coltrane, Dexter Gordon e Sonny Rollins, Joshua Redman nasceu em Berkeley, Califórnia, EUA. O espetáculo é fruto de um projeto inédito com a Rumpilezz, liderada pelo maestro Letieres Leite. O repertório é formado por composições de cada artista, oferecendo ao público uma mistura entre os estilos musicais do Jazz e da musica brasileira, especialmente a essência encontrada na Rumpilezz, considerada uma das grandes novidades da música instrumental baiana na atualidade.

- 29 de setembro – Dança  flamenca

Nuevo Ballet Español – Cambio de Tercio. A companhia, que vem colhendo expressivo sucesso em todo o mundo com seus espetáculos, foi criada em 1995. Ela é obra de dois jovens bailarinos de Madri, Ángel Rojas e Carlos Rodríguez. Ao longo de 12 anos, encenaram o clássico e o contemporâneo: farrucas, fandangos, alegrias e tantas outras danças, evitando sempre a diluição do flamenco. No palco, além dos premiados Rojas y Rodríguez, quatro bailarinas e seis músicos que interagem constantemente com a ação cênica do espetáculo.

- 30 de setembro – Música erudita

Valentina Lisitsa (piano) e Orquestra Sinfônica da Bahia(OSBA) – Nascida em Kiev, a capital da Ucrânia, Valentina é uma intérprete de talento considerado “ofuscante”, dominando um repertório que vai de Bach a Mozart; de Shostakovich a Bernstein. Lisitsa gravou oito álbuns para a Audiofon Record Company e um DVD com 24 estudos de Chopin. Lançou ainda DVDs com temas de Schubert, Liszt e Ravel. Em 2011, ela foi uma das atrações do Festival Beethoven, no Rio e São Paulo, acompanhada da Orquestra Sinfônica Brasileira. Neste concerto coma Osba a regência será do maestro Carlos Prazeres.

- 07 de outubro – Música erudita

Orchester der KlangVerwaltung - Sediada em Munique, Alemanha, a orquestra foi fundada em 1997 pelos violinistas Andreas Reiner e Josef Kröner, músicos que trabalharam com o maestro Enoch zu Guttenberg. Seus integrantes são originários de orquestras tradicionais alemãs, como a Berlin Philharmonic, The Stuttgart State Opera, The Deutsche Oper am Rhein, The Cologne Radio  Orchestra, além de renomados solistas e músicos de câmara, professores e jovens músicos premiados em concursos e festivais. Em 2008, Guttenberg e sua Orquestra conquistaram o cobiçado prêmio ECHO Klassik, pela gravação do disco Anton Bruckner’s Symphony no 4 em mi bemol maior – Romantic.

Comentários