Últimas

Marcha das Vadias acontece neste sábado (26), na Praça da Piedade



Mulheres não podem ser responsabilizadas por serem vítimas de estupro e violência sexual. Esse é norte da Marcha das Vadias que ocorrerá em Salvador neste  sábado 26, a partir das 14h na Praça da Piedade. Este ano a mobilização ganha corpo em outras capitais do país, como São Paulo, Macapá, Belém, além da de Toronto, no Canadá.
As idealizadoras do evento afirmam que a culpa por estupros e violência sexual não pode ser atribuída às mulheres por causa de suas roupas, comportamento ou estilo de vida.
A primeira Marcha das Vadias foi organizada em fevereiro de 2011 por estudantes da Universidade de Toronto, no Canadá, após um policial, em palestra sobre segurança no campus, ter sugerido que as estudantes do sexo feminino deveriam ser mais comportadas na maneira de vestir para não serem vítimas de estupro e assédio sexual.

Comentários