Últimas

Coca Cola reabre Memorial das baianas em clima de festa



Após reforma, o Memorial das Baianas de Acarajé será reaberto para visitação pública a partir dessa terça-feira, 15 de maio, das 8h às 18h. A solenidade de abertura será nessa segunda-feira, às 18h30, no local, com a presença de baianas, autoridades e convidados. Na oportunidade, também será lançado para o público baiano presente o documentário “O Axé do Acarajé”, encomendado pela Fundação Palmares e dirigido pelo Jornalista Póla Ribeiro que aborda o ofício das baianas e a trajetória social, a cultura e a economia do acarajé.

As intervenções para garantir a infraestrutura do prédio foram realizadas com apoio e patrocínio da Coca Cola, que se une aos órgãos públicos de valorização da cultura, como Prefeitura, ABAM (Associação das Baianas de Acarajé, Mingaus e Receptivos) e o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) com o objetivo de fortalecer e valorizar as ações de salvaguarda do ofício das baianas de acarajé e o resgate da cultura do acarajé como bolinho sagrado “A Coca Cola acredita que a baiana do acarajé é uma das nossas representações culturais para o mundo e nosso objetivo é apoiar e promover ações de salvaguarda do ofício da baiana para preservar a história e fortalecer o reconhecimento público dessas mulheres” afirma o Diretor de Relações Institucionais da Coca Cola,José Walter Mannarino. A reforma contou com limpeza, retirada de infiltrações e vazamentos e pintura. A Coca Cola também assume a responsabilidade manutenção financeira do espaço.  

O Memorial das Baianas, localizado no Centro histórico de Salvador, na Praça da Cruz Caída, possibilita que turistas, baianos e pesquisadores conheçam e vivenciem a  tradição, a história e demais temas agregados ao ofício da baiana de acarajé, registradas em 2005 como Patrimônio Cultural do Brasil pelo (Iphan). O local permite uma rica experiência com a nossa cultura em um conjunto de espaços expositivos e de documentação com a finalidade de situar a tradição, a história e demais temas agregados ao ofício. Aberto ao público e com visitação gratuita, o memorial abre de terça a domingo, sempre das 8 às 18 horas, e atende cerca de 15 a 20 mil visitantes por mês.

Comentários