Últimas

Alexandre Leão encerra projeto Quarta no Teatro realizado no SESI Rio Vermelho



Depois de uma série de shows singulares no Teatro do SESI Rio Vermelho, o cantor e compositor Alexandre Leão encerra o projeto Quarta no Teatro, na próxima quarta-feira (30), às 20 horas. No palco, Leão promove um espetáculo acústico e intimista com interação com a plateia, conversas, participações-surpresa, tudo combinado com músicas autorais, como “Paiol do Ouro”, “Mulheres Gostam” e “Pop Zen”. A entrada custa R$ 20 (inteira).

Na temporada, que rendeu 12 apresentações, o artista recebeu convidados como as cantoras Margareth Menezes, Carla Visi, Juliana Ribeiro, Cláudia Cunha, Matildes Charles e Dani Nascimento, também os cantores e compositores Ricardo Chaves, Tenison Del Rey, Neto Balla e Mano Góes, além dos músicos Joatan Nascimento, André Becker e Ivan Sacerdote. As apresentações tiveram o acompanhamento de Jurandir Santana nos instrumentos de corda (viola, cavaquinho, violão), Daniela Penna e Rudson Daniel na percussão, e Israel Ramos no contra-baixo.

"Foi maravilhoso apresentar este projeto. Tive a oportunidade de mostrar uma parte do meu trabalho que poucas pessoas conhecem. Fora que pudemos contar a história de cada canção, que é uma coisa que o público gosta muito. Prova disso é que a plateia foi crescendo com o tempo", conta o artista, que não deixa de contar, no show, episódios inusitados, como quando Maria Bethânia ligou querendo gravar uma música de autoria dele e a família pensou que era um trote.

SHOWS DA VARANDA CONTINUAM
Apesar de encerrar a temporada no Teatro, o artista continua a se apresentar na Varanda do SESI, às sextas-feiras, a partir das 22 horas. O Sexta na Varanda tem uma roupagem dançante, com percussão, teclado e bateria. Nesta proposta, Leão faz releituras de grandes hits, como “Vumbora Amar”, “Toneladas de Desejos”, “Chão da Praça”, além de pout-pourris de samba-reggaes, ijexás, sambas de roda e lambadas, numa exaltação à musicalidade baiana e brasileira. 

O TEATRO E O BAILE
Este é o nome do novo CD duplo que está sendo produzido e gravado todas as quartas e sextas nas apresentações do cantor nos dois espaços do SESI Rio Vermelho. O álbum será lançado no início de julho e terá os dois repertórios, os dois momentos, as duas faces de Alexandre Leão: para contemplar e para agitar. "A gente aqui é assim, tem alegria e dengo", comemora Leão. O projeto tem a batuta do produtor artístico Andrezão Simões e da Estrela do Mar Produções. 

SOBRE LEÃO 
Nascido em Salvador, Alexandre Leão começou a cantar e tocar profissionalmente ainda adolescente. Em 1987, aos 15 anos, formou dupla com Belô Velloso e passou a cantar na noite. A primeira intérprete a gravar uma canção de sua autoria foi Maria Bethânia, em 1989, quando Alexandre tinha apenas 17 anos. Trata-se da música "Paiol do Ouro" (parceria com Olival Mattos), registrada no disco “Memória da Pele”.

A discografia de Leão é composta de quatro CDs. MINHA PALAVRA (1999), o primeiro, foi ganhador do então Prêmio Copene de Música e traz a participação de Vânia Abreu em uma das faixas e a canção título, também gravada por Carla Visi. O disco foi premiado também com o Troféu Caymmi (BA) no ano de 2000. O segundo, ALEXANDRE LEÃO (2003), que saiu pela gravadora Velas, celebra a parceria com a "madrinha" Rosa Passos, com quem fez apresentações por algumas cidades do Brasil. O terceiro foi um projeto vencedor do Prêmio Banco Capital de Cultura e Arte. Intitulado AXÉ BABÁ (2005), a obra traz uma releitura de grandes sucessos da música baiana com arranjos em grande estilo e elegância. O mais recente, QUATRO CANTOS (2009), traz a participação de Saulo Fernandes, do violonista Mário Ulloa e composições com diversos parceiros. Nos quatro discos, Leão desfila na companhia de compositores como Manuca Almeida, o próprio Saulo, Jau, Moisés Souto, o veterano e consagrado Carlos Colla, Tenisson Del Rey, Anderson Cunha e também com Dadi Carvalho e Galvão (Novos Baianos). 

Alexandre Leão já foi gravado por intérpretes como Maria Bethânia, Rosa Passos, Margareth Menezes, Família Caymmi (Nana, Dori e Danilo), Arnaldo Antunes, Ivete Sangalo, Marina Elali, Lampirônicos, Belô Velloso, Ricardo Chaves, entre muitos outros. Além disso, várias canções suas foram temas de trilhas de novelas a Rede Record, SBT e Band, além de filmes como "Se Eu Fosse Você", de Daniel Filho e "Falsa Loira", de Carlos Reichenbach. Além disso, venceu por duas vezes o Festival da Rádio Educadora da Bahia, com “Canção para Cristina” (melhor música de 2004) e, recentemente, com "O que é que ela quer" (melhor intérprete de 2012).

SERVIÇO

Projeto Quarta no Teatro 
ENCERRAMENTO na próxima quarta-feira (30)
Palco do Teatro SESI Rio Vermelho, às 20h, ingressos R$ 20 / R$ 10 
Projeto Sexta na Varanda 
CONTINUA na próxima sexta-feira (1º)
Varanda do Teatro SESI Rio Vermelho, às 22h, couvert a R$ 20

SESI RIO VERMELHO - Rua Borges dos Reis, 9, Rio Vermelho
Informações - (71) 3616-7060 / 7061

Comentários