Últimas

PRÊMIO BRASKEM: O TEATRO NOSSO DE CADA DIA


Maior e mais importante premiação do teatro baiano, o Prêmio Braskem de Teatro chega à sua 19a edição reconhecendo e revelando talentos da cultura local na entrega dos troféus marcada para esta quarta-feira, 4 de abril, às 20 horas, no Teatro Castro Alves. Tendo como tema O Teatro Nosso de Cada Dia, a cerimônia, dirigida por Elísio Lopes Jr., buscou revelar a arte presente no dia a dia das pessoas, que muitas vezes passa despercebida. Além dos indicados que concorrem em oito categorias, a noite prestará homenagem a dois grandes nomes da Bahia: ao ator e jornalista Gideon Rosa, ícone do teatro com mais de 20 anos de carreira, e a Carlinhos Brown, considerado o artista mais inovador e criativo da atualidade.
            Um time de personalidades fará a entrega dos troféus aos vencedores, entre eles Mãe Stella, a jornalista Wanda Chase, o professor Jorge Portugal, o artista plástico Bel Borba, o cantor Lazzo Matumbi, o lutador Júnior Cigano, a coreógrafa Lia Robatto e o vice-presidente de Relações Institucionais e Desenvolvimento Sustentável da Braskem, Marcelo Lyra. O prêmio é composto por oito categorias: Ator, Atriz, Texto, Direção, Revelação, Categoria Especial, Espetáculo Adulto e Espetáculo Infanto-Juvenil. Os espetáculos vencedores das duas últimas categorias receberão um prêmio no valor de R$ 30 mil cada, enquanto os das demais categorias receberão R$ 5 mil.
            A indicação e a escolha dos vencedores do Prêmio Braskem de Teatro 2011 foi feita pela comissão julgadora composta pelo jornalista e escritor Marcos Uzel, pela coreógrafa Lia Robatto, pela escritora Adelice Souza, pelo ator e coordenador da Pós-Graduação da Escola de Teatro da UFBA Cláudio Cajaíba e pelo dramaturgo Paulo Henrique Alcântara. Entre os meses de março e dezembro do ano passado eles assistiram a 53 espetáculos em cartaz na cidade.



AÇÃO SOCIAL
Uma das novidades desta edição foi a realização da primeira Oficina de Audiovisual do Prêmio Braskem de Teatro. Promovida pela Invencionicce com apoio da Diretoria de Audiovisual (Dimas) da Funceb, trinta jovens entre 16 e 21 anos de Salvador e Região Metropolitana fizeram suas inscrições pelo site www.premiobraskemdeteatro.com.br e foram selecionados para assistir gratuitamente às aulas de direção de arte, roteiro, técnicas de som, iluminação, entre os meses de janeiro e março. Eles receberam material didático e auxílio transporte e, com base no tema O Teatro Nosso de Cada Dia, criaram vídeos para apresentar os indicados às oito categorias da premiação. “Pautado no tema da cerimônia,  o trabalho dos alunos mostra de forma muito criativa os diversos olhares que eles têm sobre a cidade de Salvador”, afirma Elísio Lopes Jr, diretor geral do PBT e coordenador do Invencionicce. 
Para Elísio, o envolvimento do grupo superou as expectativas. “A oficina tem carga horária de 80 horas, mas eles ficaram tão motivados com a oportunidade de produzir e documentar essa experiência que acabaram realizando reuniões fora do horário das aulas”, conta. A entrega dos certificados de conclusão da oficina foi no dia 25 de março, em sessão especial na sala de cinema Walter da Silveira, e o resultado do trabalho das equipes será exibido aos mais de mil convidados presentes no Teatro Castro Alves no dia da premiação. “A oficina de audiovisual provoca a transformação social através da educação cultural. Isso reforça a premissa do Prêmio Braskem de Teatro de revelar novos talentos, de reconhecer o trabalho dos profissionais ligados à cena local estimulando as produções artísticas na Bahia”, conclui Emmanuel Lacerda, gerente de Relações Institucionais da Braskem.

RELAÇÃO DOS INDICADOS

ESPETÁCULO ADULTO
1.    Arbítrio
2.    Fim de Partida
3.    Meu nome é Mentira
4.    Namíbia, não!
5.    Sargento Getúlio
ESPETÁCULO INFANTO-JUVENIL
1.    As Rimas de Catarina
2.    Brincando com a Morte
3.    Protocolo Lunar
4.    Remendo, remendó
5.    Um dia a casa clown
DIREÇÃO
1.    Ewald Hackler – Pela direção do espetáculo “Fim de Partida”
2.    Gil Vicente Tavares – Pela direção do espetáculo “Sargento Getúlio”
3.    João Lima – Pela direção do espetáculo “As Rimas de Catarina”
4.    Lázaro Ramos – Pela direção do espetáculo “Namíbia, não!”
5.    Luiz Marfuz – Pela direção do espetáculo “Meu nome é Mentira”
ATRIZ
1.    Diana Ramos – Pela interpretação no espetáculo “Outra Tempestade”
2.    Maria de Souza – Pela interpretação no espetáculo “Fim de Partida”
3.    Simone Brault – Pela interpretação no espetáculo “Quase Nada”
4.    Vera Pessoa – Pelas interpretações nos espetáculos “Meu nome é Mentira” e “Vestir os nus”
ATOR
1.    Amarílio Sales – Pela interpretação no espetáculo “Diário do Farol: Onde as palavras se revelam inadequadas”
2.    Bira Freitas – Pela interpretação no espetáculo “As Rimas de Catarina”
3.    Carlos Betão – Pela interpretação no espetáculo “Sargento Getúlio”
4.    Gideon Rosa – Pela interpretação no espetáculo “Fim de Partida”
5.    Rafael Medrado – Pela interpretação no espetáculo “Camila Baker”

TEXTO
1.    A voz do campeão – Autoria de João Alfredo Reis e Edvard Passos
2.    As Rimas de Catarina – Autoria de Ilma Nascimento
3.    Meu nome é Mentira – Autoria de Luiz Marfuz
4.    Namíbia, não! – Autoria de Aldri Anunciação
5.    Quase Nada – Autoria de Marcos Barbosa


REVELAÇÃO
1.    Felipe Soledade – Pela direção do espetáculo “Quase Nada”
2.    Grupo “Teatro Base” – Pelo espetáculo “Arbítrio”
3.    Isis Gledhill – Pela direção do espetáculo “Vestir os nus”
4.    Luiz Antônio Jr. – Pela direção do espetáculo “Remendo, remendó”
5.    Yuri Tripodi – Pela interpretação no espetáculo “Arbítrio”

CATEGORIA ESPECIAL
1.    Eduardo Tudella – Pela iluminação do espetáculo “Sargento Getúlio”
2.    Luciano Bahia – Pela trilha sonora do espetáculo “Meu nome é Mentira”
3.    Pedro Dultra – Pela iluminação do espetáculo “Protocolo Lunar”
4.    Rino Carvalho – Pelo figurino do espetáculo “As Rimas de Catarina”
5.    Zuarte Jr. – Pelo figurino do espetáculo “Outra Tempestade”

SOBRE O PBT

O Prêmio Braskem de Teatro é uma tradição já consolidada no cenário cultural da Bahia e tem o objetivo de valorizar, reconhecer e premiar a produção teatral do estado, abrindo espaço para o surgimento de novos talentos. A premiação surgiu como parte da Política de Responsabilidade Social da Braskem que define como foco de sua atuação a inclusão social, a educação ambiental e promoção cultural com a finalidade de estabelecer as bases da consciência cidadã e estimular o crescimento sustentável. 

Comentários