Últimas

Palestra discute o contexto de racismo e discriminação racial na França


A Aliança Francesa de Salvador promove a palestra Racismo e Discriminações na França: Balanço e Análise da Situação, com o professor Pap Ndiaye, historiador e especialista reconhecido em questões referentes à discriminação racial, racismo e pós-colonialismo na França e nos Estados Unidos. O evento será realizado no dia 28 de março, às 18 horas, no Auditório do PAF III (Pavilhão de Aulas da Federação), na Rua Barão de Geremoabo – Campus UFBA Ondina. A entrada é franca e o evento é aberto ao público.

Pap Ndiaye vai analisar o contexto contemporâneo da situação do racismo e das discriminações na França de hoje, bem como de que maneira as políticas públicas pretendem lutar contra o racismo e as discriminações na França. O problema do racismo e da discriminação na França tende a se agravar com os avanços dos partidos de extrema direita, na França como na Europa em geral. Através de um discurso preconceituoso e banalizado tanto na classe política como na sociedade civil, percebe-se hoje em dia uma discriminação cada vez maior das minorias relevantes, situação que a crise na Europa veio piorar, dando força as certas teses xenofóbicas que afirmam que só os franceses “de origem” teriam que se beneficiar da ajuda do Estado.

Histórico - A França sempre foi uma terra de imigração, e acolheu várias gerações de imigrantes na maioria oriundos da África. Porém, se nos anos 1960 o governo costumava fomentar a imigração através de políticas vantajosas e incentivadoras, hoje, a situação se tornou diferente. Na sociedade como nas políticas atuais, percebe-se uma verdadeira rejeição dos imigrantes, e até os filhos das gerações posteriores, que já nasceram na França, enfrentam grandes dificuldades para se integrar. Hoje ainda se pode ouvir palavras abertamente racistas e/ou preconceituosas na boca dos políticos, que sejam membros do governo atual, dos partidos de extrema direita ou até dos partidos de esquerda. Essa banalização do racismo na França tem conseqüências graves para as pessoas que sofrem dessas discriminações: o acesso ao mercado de trabalho se tornou muito complicado para uma grande parte da população oriunda das minorias relevantes.

Nesse contexto, o historiador Pap Ndiaye, grande especialista da questão negra e docolonialismo na França e nos Estados Unidos, vem apresentar uma análise e um balanço da situação do racismo e da discriminação racial na França e suas conseqüências. Ndiaye questionará sobre as estratégias que se podem adotar para medir esses fenômenos, e, sobretudo, fará uma análise crítica das medidas públicas, como o CV anônimo, que pretendem solucionar esse problema do lado francês.  Essa análise incluirá também as políticas de Ação Afirmativa, muito discutidas na França, apesar dos resultados positivos que se observaram em países como o Brasil.

Pap Ndiaye é francês, filho de mãe francesa e de pai senegalês, despertando para os conflitos raciais e história da discriminação durante os anos de estudo nos Estados Unidos, onde pôde se deparar com coisas como o quartinho dos fundos, local presente nas casas da Virgínia, onde no passado eram depositados os negros escravos. Essa vivência despertou o historiador para pesquisar sobre as questões negras e discursos e práticas de discriminação racial. O pesquisador também é autor de diversas publicações sobre o assunto, a exemplo dos livros - La condition noire. Essai sur une minorité française (“A condição negra, ensaio sobre uma minoria francesa”)  e Les Noirs américains. En marche pour l'égalité (“Os Negros Americanos: caminhando pela igualdade”).

Serviço
O que: palestra Racismo e Discriminações na França: Balanço e Análise da Situação
Quando: dia 28, às 18h
Onde: Auditório do PAF III – Campus UFBA Ondina
Quem: prof. Pap Ndiaye
Entrada Franca


Comentários