Últimas

Arte e Alegria no céu do Pelourinho


Pipa, papagaio, raia, jamanta, cafifa... Seja com qual nome for, essa arte milenar continua conquistando crianças e adultos. Usando os mais diversos tipos de imagens e formatos, a pipa é uma forma de voar com os pés no chão, sendo assim, nada poderia combinar mais com uma cidade diversa como Salvador, quanto centenas delas colorindo o céu do Pelourinho. Como forma de homenagear a cidade no seu aniversário, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Centro de Culturas Populares e Identitárias da Bahia (CCPI) traz o projeto “Arte e Alegria no Ar” com o especialista em pipas, Eugênio Carmo de Mello, mais conhecido como Eugênio Pipa, para promover uma série de oficinas que ensinam a construir e empinar pipas artísticas. Os mini cursos estão abertos a crianças, adolescentes e idosos das comunidades do entorno do Pelourinho e de outras localidades de Salvador. As oficinas serão gratuitas e ministradas na Biblioteca Manuel Querino, no Pelourinho, nos dias 26, 27 e 28 de março, com turmas pela manhã e pela tarde.
Já no dia 29 de março, aniversário de fundação de Salvador, acontecerá o encerramento dos trabalhos com o encontro de todos os participantes no Largo do Pelourinho, às 10h, para empinar cerca de 500 pipas de variados formatos e tamanhos. A intenção é presentear a cidade de forma lúdica, levando pelos ares os desejos de crianças, adolescentes e idosos na construção de uma Salvador melhor.
Eugênio Carmo de Mello, com o seu projeto “Mundo das Pipas”, já participou de diversos festivais como o Festival Internacional da Imigração Japonesa no Rio de Janeiro, além de oferecer oficinas, levando seu conhecimento e sua técnica para todos os tipos de público, incluindo ações educativas para presidiários. Tem também projeto aprovado no Rio de Janeiro para uso de espaços abertos reservados exclusivamente para a soltura de pipas; os chamados “pipódromos”.
Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) - órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) busca, através do Programa Pelourinho Cultural, além de dinamizar as ações culturais no Centro Histórico, incentivar também a produção local, por meio da promoção de eventos realizados pela comunidade. Toda a agenda de atrações do programa tem acesso gratuito ou a preços populares.

Serviço:
O que: Oficinas para confecção e soltura de pipas
Quando: de 26 a 28 de março, às 10h e às 14h
Onde: Biblioteca Manuel Querino, Rua Gregório de Mattos, n° 45
Quanto: Gratuito

Comentários