Últimas

Afropop Especial 25 Anos de Carreira acontece dia 12 de fevereiro


Há 25 anos, em março de 1987, Margareth Menezes adentrava um estúdio para gravar Faraó, música de Luciano Gomes lançada por Djalma Oliveira. A canção, primeiro samba-reggae gravado no Brasil, vendeu mais de 100 mil cópias e marca agora as bodas de prata da carreira da artista. Para celebrar o início destes festejos, Margareth  apresenta um grande show no domingo que antecede o Carnaval, dia 12 de fevereiro, a partir das 18 horas, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia).

O Afropop Especial 25 Anos de Carreira terá a presença de alguns convidados especiais já confirmados, como as cantoras Daniela Mercury, Elba Ramalho e Paula Lima, além de representantes dos blocos afros Ilê Aiyê, Muzenza, Cortejo Afro, Filhos de Gandhy e MalêdeBalê. "Será uma comemoração em tom de agradecimento por tudo que consegui construir artisticamente. Sou muito feliz por completar 25 anos cantando, que é o que mais amo fazer", comenta a artista.

A ocasião encerra a temporada de shows de verão e traz um detalhe especial: será também a 50ª vez que Margareth irá se apresentar no Teatro Castro Alves, levando em conta as vezes em que ela esteve na Sala Principal, Sala do Coro e Concha Acústica. "O Teatro Castro Alves é um lugar importante para a cultura baiana. Na Concha Acústica do TCA, por exemplo, gravei dois de meus CDs", disse a cantora, referindo-se aos álbuns Tete a Tete e Brasileira.
 
Sobre o AfroPop Brasileiro - O AfroPop Brasileiro é um movimento musical que festeja e fortalece a cultura afro-brasileira. Ele foi criado em 2005 e recebe apoio de grandes blocos afro, além de artistas convidados que compartilham do mesmo pensamento, como Gilberto Gil, Lazzo, Roberto Mendes, Virgínia Rodrigues, Mariene de Castro, entre outros. Somente neste ano, as seis edições realizadas em Salvador e no Rio de Janeiro, receberam artistas como Luiz Melodia, Dudu Nobre, Toni Garrido, Fernanda Abreu, Zélia Duncan, Denny, Márcio Victor e banda Jammil. “O AfroPop é um movimento que promove a beleza e a riqueza ancestral junto à contemporaneidade e que acolhe todos que acreditam na igualdade de direitos. É o abraço entre o tambor e o computador”, explica Margareth, ouviu pela primeira vez o termo “AfroPop” aplicado à música que faz, em 1991, durante turnê internacional ao lado do músico americano David Byrne.

SERVIÇO
Margareth Menezes | Afropop Especial 25 Anos de Carreira
Participação de Daniela Mercury, Elba Ramalho e Paula Lima
DATA: Domingo, 12 de fevereiro, a partir das 18 horas;
LOCAL: Concha Acústica do Teatro Castro Alves - Campo Grande – Salvador
INGRESSO: R$ 20 e R$ 10 (meia)

Comentários