Últimas

O sucesso da TV não acompanhou Glee no Cinema

Estreando com bilheteria bem inferior ao esperado, o filme 3D de Glee, arrecadou cerca de 5 milhões de dólares na semana de lançamento. Entretanto mesmo com um lucro tão baixo, o produtor do filme e da série, Ryan Murphy, afirmou ao Deadline que o custo foi baixo, cerca de 9 milhões. “O risco foi muito, muito baixo. Não importa o que aconteça, vai dar lucros para a Fox. Estou orgulhoso”. Mesmo sendo o desejo da Fox uma estréia de dois dígitos, graças ao sucesso na série na televisão, os fãs não conseguiram lotar as salas onde o filme estava sendo exibido.
De acordo com um dos executivos da FOX, “Acho que foi uma campanha pobre que não comunicou efetivamente o que era o filme ou que as pessoas que o viram acharam-no bom. Eu acho que o estúdio de cinema teve uma estratégia bem preguiçosa, achando que seu trabalho era apenas alertar os maiores fãs da série, mas isso não foi o suficiente para lotar as salas”.
Porém, a equipe de marketing responsável pela divulgação para a imprensa usou um artifício curioso, foi enviado um e-mail para todos (teoricamente enviado por Sue Sylvester), alertando para que todos não vão ao cinema assistir este filme, que seria uma perda de dinheiro. E não é que realmente aconteceu isso?!
Vejam o conteúdo do e-mail: “Por dois anos, somos bombardeados sem piedade por um showzinho secundário de carnaval adolescente e sem sentido, no qual aberrações dizem que são o ‘Clube Glee’. E agora eles estão querendo nos enfiar goela abaixo um filme com shows 3D. Está na hora de nos mostrarmos contra esses espinhentos, esses idiotas movidos por hormônios, juntando-nos à campanha ‘Stop Believing’ [‘Pare de acreditar’, em referência a um dos primeiros covers de sucesso da série]. Diga não a essa experiência cinematográfica insignificante. Eu não sei vocês, mas eu não aguento mais olhar para essas caras satânicas em 2D, que dirá em 3D.”





COMENTE NO FACEBOOK

Comentários