Últimas

Baterista da Estakazero passa por nova cirurgia

O baterista da banda Estakazero, Paulo César Perrone Souza Júnior, passa por nova cirurgia para estancar um sangramento detectado através de uma tomografia na manhã desta quarta-feira (20). Perrone permanece internado em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE). 
Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a primeira cirurgia retirou estilhaços da bala que atravessou a cabeça do baterista, baleado ontem à tarde no Caminho das Árvores. As imagens de câmeras de circuito interno de segurança dos prédios localizados nas imediações do crime foram solicitadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e podem ajudar a esclarecer o que aconteceu minutos antes do baterista ser baleado. Duas testemunhas que presenciaram o episódio já foram ouvidas, informou o delegado Marcelo Tannus, da Delegacia de Homicídios do Atlântico, do DHPP. 
Segundo elas, o veículo de Paulo César, um Fiat Uno, foi abordado por dois homens em uma moto quando passava pelo local, que estava bastante movimentado. 
As testemunhas também afirmaram que a pessoa que encontrava-se na garupa efetuou o disparo e, em seguida, desceu da moto, caminhou até o carro, abriu a porta e procurou por algo em seu interior. Depois disso, os bandidos fugiram.Uma das hipóteses investigadas pela polícia é a de saidinha bancária, porque os investigadores do DHPP encontraram no local um envelope do Banco do Brasil vazio, com o nome da mãe da vítima escrito, caído do lado de fora do veículo.Outro fato que chamou a atenção dos investigadores é que os bandidos ignoraram uma mochila com um notebook e uma câmara digital que estava no banco de trás do automóvel. Mesmo assim, a polícia ainda não descartou a possibilidade de latrocínio.
A assessoria de comunicação da banda confirmou a ocorrência envolvendo o artista e aguarda um boletim médico sobre o estado de saúde do músico no HGE. 
Agentes da 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), do Iguatemi, estão realizando buscas na região para tentar identificar e capturar os envolvidos no crime.


COMENTÁRIOS:

Comentários